Portaria virtual. Administradora virtual. Síndico virtual?

0
204
Portaria virtual. Administradora virtual. Síndico virtual

Em 2011, em Cuiabá, o Fabio Beal e o Alessandro De Carli, estavam criando a portaria remota (portaria virtual), um mercado que não existia até então.

Eles desbravaram e foram chamados de loucos, porém, se mantiveram firme no seu propósito que era: melhorar a maneira de como as pessoas vivem nos condomínios brasileiros.

Hoje, a portaria remota já é uma realidade nos condomínios do Brasil, ultrapassando fronteiras e chegando até no Chile. Com isso, eles foram os fundadores da Porter Acesso Seguro.

 

 

Administradora virtual, será? 

Eu creio que as administradoras, precisam olhar para os seus processos e buscarem uma forma de melhorarem seus desempenhos.

As informações precisam estar na palma da mão do síndico, do conselho e dos condôminos, com isso, muitas intrigas dentro do condomínio já não acontecerão mais. 

A administradora precisa tirar um peso da gestão do síndico que é a prestação de contas, e para isso, é preciso que ela esteja digitalizada e disponível nos primeiros dias úteis do mês.

Nessa linha vejo o quanto é importante o relacionamento dos gerentes de contas da administradora com os síndicos, auxiliando como um mega power consultor. Ele necessita se especializar diariamente para ser um grande conselheiro do condomínio.

 

 

Aproveito para citar aqui a Superlógica, uma empresa que reforça a importância do atendimento personalizado no condomínio e  auxilia a administradora a entender e realizar seus processos, melhorando o seu desempenho.

 

Síndico virtual, será?

Acredito que esse momento que estamos passando está contribuindo para refletirmos sobre o futuro dentro dos nossos condomínios. Estamos analisando como será esse novo futuro. 

  • Será que continuaremos fazendo assembleias presenciais, com 3 horas de duração, e muitas vezes com algumas pequenas discussões?
  • Será que o síndico continuará anotando todas as informações de sua gestão no papel?

 

 

Eu acredito que o síndico virtual, ele estará muito ligado todas às tecnologias que estão mudando a maneira de como as pessoas vivem dentro do condomínios.

Ele também terá que se adaptar muito rápido à toda essa mudança, além de muita resiliência com todos. Por fim, ele será necessário pensar na inclusão de todos nesse novo cenário mundial. 

É importante que mesmo com todas essas mudanças, ele jamais poderá deixar de lado sua pessoalidade com os condôminos e com os funcionários do condomínio.

 

 

Vai estar ligado às tecnologias para ajudá-lo a administrar o condomínio com mais eficiência e segurança, porém, nunca vai deixar de ter aquela pessoalidade, onde estará muito próximo dos condôminos e dos funcionários, pois o condomínio é como uma empresa, é feito de gente e necessita de cuidados especiais para juntos construírem um mundo melhor.

“100% dos clientes (condôminos) são pessoas, 100% dos funcionários são pessoas. Se você não entende de pessoa, você não entende de negócios (condomínio).” Simon Sinek

 

Quais a mudanças que o síndico virtual terá depois desse momento da pandemia:

  • Ele deverá ter uma boa ferramenta para controlar online todas as informações burocráticas do condomínio. Ele deve estar muito próximo da administradora, para juntos entregarem a melhor solução.
  • O síndico terá que se preparar para as reuniões e assembleias online, pois os condôminos perceberão que muitas coisas podem ser feitas online e não vão querer mais assembleias cansativas de 3 horas, que em algumas vezes terminam em desentendimentos.
  • O síndico terá um software para controlar a gestão de manutenção do condomínio, como alertas de problemas e manutenções preventivas e preditivas. 
  • Ele também deverá ter informações online dos acessos do condomínio na palma de sua mão. É muito importante o síndico não depender de anotações de terceiros para registros de entradas no seu condomínio. Ele precisa confiar na informação para que quando necessário seja possível fazer uma averiguação. Com um controle de acesso monitorado, você tem a informação da hora exata das entradas, além de ter um atendimento 24 horas por dia para possíveis problemas. Com a tecnologia de envio convite de QR Code, o seu convidado não precisa ficar na frente do seu condomínio correndo risco desnecessários, ele pode fazer a entrada de forma rápida e segura.
  • O síndico terá que buscar ferramentas de mediação de conflitos online. Mais do que nunca, a ocupação dos nossos condomínios estão em praticamente 100% e com isso, estamos aumentando os conflitos. Uma boa ferramenta, com profissionais capacitados vai ajudar.
  • Terá que conhecer um novo segmento que está entrando no nosso mercado que são os cartórios online, onde vai ajudar nos processos de registros dos documentos do condomínio.
  • Ele deverá ter a portaria remota como um foco,  pois ela foi a salvação para muitos síndicos nesse momento de pandemia, evitando problemas como: falta de funcionários e chegadas atrasadas, mantendo o atendimento em perfeito funcionamento. Essa é uma tendência que veio para ficar e já passou da barreira “será que funciona?”. 
  • Os síndicos precisarão considerar os armários inteligentes. Eles vêm ajudando em vários condomínios, onde os idosos podem receber seus medicamentos ou compras por eles, evitando assim contato com pessoas externas.
  • O síndico virtual, terá que estar ligado para ver se faz sentido ter uma loja de conveniência no seu condomínio. Nesse momento de pandemia, alguns condomínios colocaram esse tipo de serviço e muita gente gostou.

O condomínio é o lugar que milhões de pessoas escolheram para viver, para realizarem seus sonhos, para construírem suas famílias.

O síndico, precisa compactuar com esse sonho e para isso, ele precisa continuar evoluindo e buscando aperfeiçoamento.

Termino esse artigo com uma frase que me inspira muito e espero que inspire você: “Cada sonho que você deixa para trás, é um pedaço do futuro que deixa de existir”  – Steve Jobs.

 

Odirley Rocha: Pós-graduado em Gestão da Segurança Empresarial, Odirley está no mercado de Segurança há 21 anos. Faz parte da (Abese) e é vice presidente do SIESE SC onde atua há mais de 7 anos ajudando na capacitação dos profissionais do mercado. Além de extenso histórico de palestras por todo o Brasil e entrevistas em veículos importantes para a área de segurança e IOT, é referência em portaria remota e soluções tecnológicas para condomínios.

 

 

Leia mais artigos aqui!

LEIA TAMBÉM

 

INSCREVA-SE NA TV SÍNDICO LEGAL CLICANDO AQUI!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here