Vizinhos animados? Como agir em relação ao barulho sexual em seu condomínio.

0
1638
Imagem: Freepik

Nem todo mundo acostuma a morar em um prédio ou condomínio. Afinal, os barulhos são frequentes e a liberdade não é a mesma que em uma casa. Existem as pessoas que se incomodam com qualquer barulho e outras que fazem barulho sem perceber. Ruídos de móveis arrastando, salto alto e latidos de cachorros são comuns para quem mora em apartamento. Entretanto, existem aqueles ruídos mais indiscretos. E aí? Como lidar com o barulho sexual de vizinhos?

Com qualquer outro tipo de barulho, você faz uma reclamação com o síndico e se necessário os moradores serão notificados. Mas, e quando o barulho que está incomodando os vizinhos for o ato sexual do casal? Assunto delicado não é mesmo? Principalmente para o síndico que, muitas vezes, fica sem saber o que fazer.

Apesar de ser um assunto delicado, ele é mais comum do que parece. Preparamos este post para informar aos moradores e síndicos que passam por este tipo de situação, como devem proceder.

O que diz a lei sobre o barulho sexual de vizinhos?

Não existe uma lei prevista para este tipo de situação. Porém, podem ser levados em conta a lei do silêncio ou ruído. Quando falamos no ato sexual de fato, não podemos nos fundamentar no bom senso das pessoas que o praticam. Entretanto, a pessoa que está reclamando e o síndico precisam tomar cuidado com as palavras.

Em 2011, um casal foi indenizado pelo vizinho que fez reclamações no livro do condomínio. Isso ocorreu pois o vizinho de porta do casal, tornou público o comportamento deles durante o sexo. Levado à justiça, o casal foi indenizado por que afirmou que os comentários denegriram a imagem deles perante os outros moradores.

Como o morador pode lidar com isso

Para evitar este tipo de situação ou um processo, cuide com as palavras e a forma que fará esta queixa para o síndico. Procure fazer a reclamação de maneira formal e não se altere. Pense que isso pode ser usado contra você em um possível processo.  Lembre-se: é importante manter um bom relacionamento com seus vizinhos.

Identifique se o barulho sexual de vizinhos está ocorrendo realmente fora do horário permitido. Se isso se confirmar, vá até o síndico e explique a situação. É interessante conversar discretamente com algum vizinho que você tenha intimidade, para saber se ele também escuta este tipo de ruído com frequência.

Como o síndico pode ajudar

Ser síndico não é, nem de longe, uma tarefa fácil. Lidar com moradores insatisfeitos e saber moderar todos os acontecimentos é bem complicado. Principalmente quando um morador fizer uma reclamação sobre o barulho sexual de vizinhos.

É um situação delicada, afinal estamos lidando com a intimidade do casal. Mas ao mesmo tempo, o morador que reclamou, espera uma atitude do síndico. E aí? O que fazer?

O ideal é tratar este ruído como qualquer outro. Primeiro verifique com outros vizinhos se eles também possuem reclamações sobre barulhos no apartamento em questão (não entre em detalhes).

Se mais pessoas se queixarem, envie uma notificação aos moradores informando das reclamações de ruídos depois do horário permitido e com gentileza peça sua colaboração. Se a reclamação for de um morador isolado, apenas anote no livro de reclamações.

Agora que você já sabe como lidar com o barulho sexual de vizinhos, pode colocar em prática no seu condomínio ou prédio quando uma situação assim surgir. Seja transparente em sua gestão como síndico, essa é sua melhor arma.

Você já passou por algo parecido? Temos muito interesse em saber como procedeu para ser resolvida a situação.  Comente abaixo e compartilhe a solução!

Fonte: CondLink

Artigo anteriorDrogas em condomínio, como administrar o problema?
Próximo artigoHomem deve indenizar por expor vizinhos – Anotações excessivas

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here