Veja como evitar problemas com condôminos

0
82
Saiba quais os problemas mais comuns enfrentados em condomínios fechados e como evita-l
Saiba quais os problemas mais comuns enfrentados em condomínios fechados e como evita-l

O estilo de vida do condomínio está mais popular do que nunca, com jovens casais, famílias e aposentados mudando-se dos subúrbios para uma casa em condomínio fechado em áreas nobres ou seguras da cidade. Existem inúmeras vantagens financeiras e de estilo de vida associadas à vida em condomínio, incluindo maior acessibilidade, uma localização mais central, melhor acesso a amenidades e a chance de se tornar parte de uma comunidade vibrante de condomínio, mas também é preciso atenção, uma vez que os condôminos podem ocasionar problemas como não cumprimento de regras estabelecidas no local. A seguir, você confere uma série de dicas que podem ajudar a resolver os seus problemas, caso esteja comprando uma casa em condomínio fechado. Acompanhe.

 

 

LIDANDO COM O BARULHO: Quem investe em uma casa em condomínio fechado, e quase todas as pessoas em busca de imóveis neste tipo de configuração, desejam paz e tranquilidade no conforto de suas próprias casas. Não se pode evitar que as pessoas tenham horários diferentes para dormir, dependendo de seu ramo de trabalho ou estilo de vida. Uma vez que os proprietários estão separados por paredes e não há isolamento acústico, os ruídos não são evitados. Se um vizinho se tornar muito barulhento, converse com calma e educadamente informe-o sobre os sons que você ouve. Comunique-se frequentemente e conheça o vizinho para que seja fácil para ambos entenderem a situação. Lembre-se sempre de que o objetivo é ter um ambiente tranquilo. Brigar nunca é uma solução para eliminar o ruído.

CHEIRO RUIM NA CASA AO LADO: Nem todos os vizinhos do condomínio são limpos e higiênicos. O espaço limitado e fechado em um prédio médio ou alto não facilita que os odores se espalhem e permaneçam dias por ali, presos na estrutura. Alguns cheiros desagradáveis ​​podem vir de comida, lixo, roupa suja, móveis, animais de estimação ou da própria pessoa. Uma etapa fácil para evitar isso é borrifar aromatizadores pelos corredores. Se isso não impedir que o cheiro entre em sua unidade, pergunte à administração do condomínio se há exaustores ou respiros. No caso de o cheiro desagradável se tornar frequente, converse com o vizinho e informe-o sobre o mau cheiro.

 

 

FUMAÇA DE CIGARRO: Outro problema comum com os vizinhos quando se vive em casa em condomínio fechado com espaço limitado entre elas é lidar com um fumante inveterado na porta ao lado. Nem todas as pessoas suportam o cheiro da fumaça do cigarro. Existem pessoas que sofrem de dificuldades respiratórias e têm medo dos perigos do fumo passivo. A primeira dica é verificar com a administração do condomínio se é permitido fumar nas dependências, principalmente nas áreas externas. Se for permitido, converse com o vizinho e peça educadamente que fume em algum lugar longe das unidades. Ofereça lugares como áreas abertas ou se houver áreas para fumantes designadas no condomínio para essa finalidade. Também é importante lembrar que, dentro de casa, não existe uma lei que impeça a pessoa de fumar seu próprio cigarro, portanto, informe-se antes para encontrar uma boa solução.

 

 

SE O VIZINHO FOR FOLGADO: Ter uma casa em condomínio fechado pode oferecer pequenas dores de cabeça, uma vez que as unidades do condomínio estão a poucos passos de distância umas das outras e não há portões para proteger sua casa. Um dos problemas menos comuns com os vizinhos, mas que pode acontecer, é quando um vizinho entra na sua unidade sem você saber. Eles apenas abrem a porta e entram facilmente. Para lidar com isso e evitar que aconteça, certifique-se sempre de trancar a porta. Adicione mais travas ou até mesmo dispositivos de segurança e, principalmente, converse com o síndico do local.

 

LEIA TAMBÉM

INSCREVA-SE NA TV SÍNDICO LEGAL CLICANDO AQUI!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here