Síndico monta minimercado em condomínio para evitar que moradores saiam e se exponham ao vírus em Cuiabá.

2
248
Síndico monta minimercado em condomínio para evitar que moradores saiam e se exponham ao vírus em Cuiabá.
Minimercearia não tem funcionário e funciona na base da confiança. Moradores escolhem e pagam usando a máquina de cartão.

O síndico de um condomínio residencial em Cuiabá montou um minimercado com itens básicos disponíveis aos moradores para que não precisem sair de casa durante o período de pandemia do novo coronavírus. O objetivo é evitar a contaminação.

Tulio Milhomem conta que a ideia surgiu ao perceber que o salão de festas do condomínio estava fechado temporariamente devido à pandemia. Os casos de Covid-19 em Mato Grosso estavam aumentando e havia sido decretada pela Justiça quarentena obrigatória na Grande Cuiabá.

Então, ele pesquisou na internet ideias de como colaborar e facilitar o acesso ao mercado até mesmo para ele e viu que em outros estados e em outros países pequenas mercearias tinham sido montadas nos residenciais.

“Percebi que dava para ser aplicado aqui também e assim evitar que os moradores se deslocassem de suas casas para rua e dessa forma preservar a sua integridade, evitando locais com aglomerações e possíveis novos contágios, trazendo comodidade, conforto e segurança”, afirma.

O minimercado não tem funcionário. Para fazer a compra, o morador escolhe o produto e paga usando a máquina de cartão disponível no local. Ele funciona na base da confiança.

O mercado começou a funcionar há mais de duas semanas.

Tulio conta que os moradores adoraram a ideia.

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here