Serviço domiciliar vacina mais de 600 moradores contra a gripe em condomínios de Cuiabá

0
405

Um serviço vem contribuindo para a imunização da população cuiabana e várzea-grandense contra a gripe.

É a vacinação em condomínios, que durante a campanha contra a gripe aplicou mais de 600 doses em 09 condomínios.

Este tipo de ação, de acordo com a infectologista Isabel Cristina Lopes dos Santos, além de promover a saúde, reduz os riscos de contaminação entre vizinhos.

O serviço que é oferecido por uma clínica particular, com sede em Várzea Grande-MT (7 Km de Cuiabá) e que também atende escolas e empresas.

O Parque Condomínio Pantanal foi um dos que recorreu à vacinação em domicílio.

A subsíndica Edmara Pereira da Silva Grasel conta que a adesão superou as expectativas.

“Eu achava que não chegaria a 100, mas passaram de 115 doses”. Além de facilitar a vida dos idosos, que não precisaram se deslocar até um posto ou clínica, o atendimento domiciliar favoreceu as crianças.

“Havia crianças apavoradas, mas os profissionais da equipe foram muito pacientes e conseguiram acalmá-las e convencê-las”,

relata a subsíndica, apontando como grande diferencial “o aparelhinho” usado antes da aplicação da vacina nos pequenos.

Edmara refere-se ao aparelho Buzzy, que diminui a dor da agulhada de 50% a 80%. Quando adicionada a distração, a sensação de dor pode ser reduzida em até 88%.

De acordo com a Dra. Isabel Cristina Santos, enfrentar a dor com uma abordagem multimodal pode fazer com que os procedimentos médicos pareçam uma brincadeira de criança.

“Eu, como subsíndica que trouxe a vacina, recebi muitos comentários positivos e já vamos pensando em trazer o serviço no próximo ano”, completa a subsíndica.

Henrique Gouveia, do Condomínio Jardins, também ouviu dos moradores a aprovação em relação à vacinação em domicílio.

“Só elogios. Foi muito positiva a iniciativa”.

Os demais condomínios que receberam a equipe de vacinação da Vida Vacinas foram o Inovare, Harmonia, Belvedere, Village de Itália, Solar das Torres, Torres de Málaga e Vela Vie.

As mortes por gripe no Brasil já somam 199 casos em 2019, de acordo com balanço do Ministério da Saúde até 3 de junho.

A maior parte delas (74,4%) foi provocada pelo vírus H1N1.

Na rede pública, toda a população pode se vacinar contra a gripe, inclusive quem faz parte do público prioritário e que ainda não se vacinou.

De acordo com o Ministério da Saúde, a vacinação vai continuar enquanto durarem os estoques da vacina.

Geiseane Lemes – Redação Síndico Legal

(Com informações da assessoria)

Leia mais matérias exclusivas clicando AQUI!

LEIA TAMBÉM

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here