Saiba como é possível economizar e baixar valor da cota condominial

0
111

Cuidar de um condomínio não é fácil. Dar manutenção às áreas de lazer, fachada, garagens, jardim, áreas comuns e manter esses ambientes sempre limpos, além de garantir a segurança do condomínio não é uma tarefa simples. Esses são exemplos de algumas das funções que o síndico possui, e já comprova que cuidar de um condomínio dá trabalho.

E manter tudo isso em ordem sem gastar muito é ainda mais difícil, um verdadeiro desafio para síndicos e administradores.

Com a chegada da pandemia do novo coronavírus, o papel de equilibrar as contas ficou ainda mais complicado. O isolamento social tem mudado a rotina de muitas pessoas, principalmente a rotina dos condomínios residenciais, o que ocasionou um aumento nos gastos, juntamente com o aumento da taxa inadimplência.

O home office acabou fazendo com que as pessoas ficassem em casa por mais tempo, aumentando assim o consumo de água. Sem contar que com a maior circulação de pessoas no condomínio, por conta de que seus condôminos estão trabalhando de casa, fez com que precisasse aumentar e melhorar a limpeza do condomínio como um todo, para que os moradores e funcionários pudessem estar protegidos do novo coronavírus.

Outra situação que impactou o custo durante esse período foi a quantidade de atestados médicos dos colaboradores dos condomínios, devido a confirmação ou até suspeita de Covid-19.

De acordo com especialistas, as despesas dos condomínios ampliaram em média entre 10% a 15%, e a principal vilã foi a conta de água. E que nos primeiros meses da pandemia, no ano de 2020, houve um aumento de inadimplentes.

Ao que tudo indica, entre o final de 2020 e o começo de 2021, a inadimplência se normalizou. Mas ainda assim, para garantir uma boa proteção contra a Covid-19, tanto para os profissionais como para os moradores, foi preciso investir bastante em materiais de proteção e limpeza. É por isso que os síndicos e administradoras de empresa tem sido muito importante no controle da pandemia dentro dos condomínios.

Pensando em ajudar os condomínios a reduzirem os custos durante esse período, até que a pandemia fique bastante controlada, o portal Síndico Legal separou algumas dicas. Acompanhe!

Fornecedores 

Antes de contratar uma empresa, pesquise antes, veja preços com diferentes empresas fornecedoras, a fim de conseguir um melhor preço, sem também perder a qualidade do serviço prestado.

Para os serviços já contratados, também é possível readequar a demanda, e fazer uma negociação junto com a empresa, solicitando descontos nos valores acordados.

Conscientização 

É primordial que os condôminos tenham consciência para que os gastos possam ser reduzidos, principalmente se tratando do consumo de água, já que é um dos valores que mais tem tido aumento na conta do condomínio.

Portaria Virtual 

Analise se o condomínio permite a instalação da portaria virtual, ou aquela portaria por biometria. Já que a portaria virtual permite uma economia de até 50%, e a biometria a redução pode ser até em 80% nas despesas do condomínio.

Manutenção 

Faça uma boa manutenção nas áreas comuns do condomínio. Verifique a periodicidade dessas manutenções, para que consertos de última hora sejam evitados, tendo em vista que reparos em cima da hora podem acabar custando mais caro.

Economia de energia 

Faça o reparo da rede elétrica antes que ela apresente problema, e também troque as lâmpadas das áreas comuns por lâmpadas mais eficientes e mais econômicas. Se for possível, instale sensor de presença em alguns locais estratégicos.

Isso tudo colabora para que o condomínio gaste menos com energia.

Tecnologia 

Aproveite a tecnologia, e utilize-a a favor da gestão condominial. Planeje e organize as ações do condomínio, para isso existem programas próprios, com o objetivo de ajudar a administração.

Qualidade 

Vale lembrar que nem sempre economizar é a melhor saída, por exemplo, os produtos precisam ter qualidade para que o barato realmente não saia caro no fim das contas.

É importante manter a qualidade do serviço ou dos produtos, com um preço mais acessível.

 

Tohea Ranzetti – Síndico Legal

LEIA TAMBÉM

INSCREVA-SE NA TV SÍNDICOLEGAL CLICANDO AQUI!

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here