Portaria remota e o progresso nos condomínios

0
539
Foto: Callaisadv

O controle de segurança através do sistema biométrico

O domínio do acesso biométrico exige um cuidado adiantado e claro dentro do condomínio para determinar quantos equipamentos serão fundamentais para dar o devido suporte.

A portaria remota utiliza a biometria em um sistema para controlar e registrar o acesso de todas as pessoas que entram e saem do condomínio, e todos esses horários.

De certa forma, para o síndico é um meio que facilita, pois também fiscaliza as entradas e saídas dos funcionários do condomínio e dos prestadores de serviços.

Hoje em dia a biometria se torna um tanto quanto necessária devido a facilidade e a utilidade para a segurança. Normalmente quando um visitante chega num condomínio, ele se identifica para ser autorizado a subir pelo morador ou pelo porteiro, e ambos podem facilmente ser enganados por assaltantes disfarçados, quer dizer, as pessoas podem se passar por outra naturalmente.

 

A biometria é o mesmo sistema que é utilizada nos bancos para fazer algum tipo de transação, então assim, exige que o proprietário da conta faça a movimentação. Se parar pra pensar, se os bancos começaram a utilizar o sistema, quer dizer que os riscos e as chances de falhas são mínimas.

A portaria remota, a biometria, acaba também causando uma contenção de despesas no setor de segurança, já que o sistema completo integra câmeras, alarmes e mais alguns equipamentos, e assim evita contratar empresas terceirizadas, e além do mais a manutenção acaba saindo mais barata também por fazer parte do plano contratado.

Todavia, é importante que cada condomínio avalie quais as necessidades e a realidade do seu condomínio, para que não faça uma implantação e depois não seja vantajoso para os condôminos, e que seja uma despesa a mais desnecessária.

O portal Síndico Legal também destaca que é interessante avaliar os pós e os contras da inovação, e pensar primeiramente na melhor decisão para a segurança de moradores e visitantes.

 

Toheá Ranzeti –  Redação Síndico Legal

 

Leia mais notícias aqui

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here