Perícia de Engenharia nos Condomínios

0
64
perícia em condomínios
perícia em condomínios

A perícia de engenharia civil contribui de forma decisiva com o síndico do condomínio, orientando e oferecendo elementos técnicos que garantam a adequada manutenção do prédio, evitando desgastes estruturais, e, por consequência, prejuízos financeiros e desvalorização do imóvel.

A perícia de engenharia civil também contribui com o síndico na aprovação de rateios e obras, uma vez que consegue oferecer o suporte técnico que justifica aqueles investimentos.

Exemplo, é bastante comum que na aprovação de rateios destinados a obras, sobretudo as de melhorias, alguns condôminos se mostrem “resistentes”, entendendo que a demanda do síndico é um “capricho”, um gasto sem necessidade, porém, nestas horas, o apoio do perito em engenharia civil propicia a justificativa técnica fundamental para o convencimento do conjunto dos condôminos.

 

 

ATUAÇÃO DO ENGENHEIRO CIVIL EM PRÉDIOS NOVOS E ANTIGOS

Nos prédios mais novos, o perito pode auxiliar levantando informações relacionadas à qualidade da construção, na identificação de “vícios ocultos” na obra, não percebido pelos moradores, se todos os projetos entregues estão de acordo com a necessidade a ser atendida, na requisição da garantia ainda no tempo de sua vigência e na análise de possíveis riscos de perda de garantia.

O trabalho de perícia de engenharia civil também orienta o síndico quanto à falta de informações nos manuais da obra, além de atestar se a manutenção está de acordo com as orientações do construtor.

Em se tratando dos prédios mais antigos, construídos quando não era obrigatório a entrega dos manuais de uso, operação e manutenção, a contratação do profissional de perícia de engenharia civil traz benefícios ainda maiores para o trabalho do síndico e, por consequência, para os moradores.

 

 

Assim, dentre outras contribuições, o perito em engenharia civil ajuda a identificar o atual estado da edificação, listar as intervenções necessárias a curto, médio e longo prazos, e elaborar os referidos manuais orientativos para garantir que, independentemente de quem seja síndico, as manutenções preventivas serão feitas no tempo correto, seguindo a mesma orientação e metodologia.

 

 

MANUTENÇÃO PREVENTIVA X MANUTENÇÃO CORRETIVA

O trabalho de perícia de engenharia civil garante que as manutenções preventivas e corretivas sejam efetuadas o mais rápido possível e de forma correta, evitando o agravamento e consequente aumento de custos de intervenção e conflitos entre usuários, como mostra o gráfico a seguir.

gráfico

Enquanto o custo para uma manutenção preventiva é de25, caso esta não seja feita e venha a se tornar um defeito (vício construtivo/patologia), o custo da manutenção corretiva passa para 125 O gráfico acima mostra a famosa “regra dos 5”: os custos financeiros são multiplicados por 5 quando deixamos exceder o prazo.

 

PalmiroSoares de Lima Filho Engenheiro Civil, Diretor e Membro Titular do Instituto Brasileiro de Avaliações e Perícias de Engenharia – IBAPE/MT, atua na área de avaliações e pericias judiciais e extrajudiciais e vistorias em condomínios há mais de vinte anos, realizando trabalhos nas Comarcas da Capital e no interior de Mato Grosso.

 

LEIA TAMBÉM

INSCREVA-SE NA TV SÍNDICO LEGAL CLICANDO AQUI!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here