Os alagamentos nas garagens dos condomínios

0
393
Os alagamentos nas garagens dos condomínios

Com o período chuvoso, alguns condomínios estão tendo problemas com as garagens, pois as mesmas estão ficando alagadas. As enchentes e os prejuízos podem acontecer por diversos fatores: desleixo, desastre natural, má manutenção.

As chuvas não só causam problemas para as garagens, como para os elevadores, somados ao risco de curtos-circuitos e choques. É por isso que a vistoria precisa ser feita, para evitar maiores danos tanto para o condomínio como para os moradores.

Por mais que seja dever do síndico manter todo o condomínio em dia com suas manutenções, sabe-se que muitos profissionais ainda negligenciam seus deveres, e é por isso que o portal Síndico Legal sempre reforça a importância de todo condomínio contratar um profissional qualificado para realizar a manutenção preventiva.

Parece que a cada ano que passa, as chuvas aumentam mais nessa época do ano, mas o problema sempre se repete, principalmente nas grandes cidades, como São Paulo. Uma solução é reforçar comportas e bombas de drenagem, entre outros métodos de prevenção.

Todo o cuidado com o condomínio é pouco, e a limpeza e vistoria nas instalações do condomínio devem fazer parte da rotina dos funcionários que zelam pelo empreendimento. É recomendado que uma limpeza seja feita toda semana, e existem casos em que precisam ser limpos com menos espaço de tempo.

 

Mas o que acontece quando os reforços falham?

Os alagamentos nas garagens dos condomínios 1

A primeira providência é identificar a causa do problema. Desse modo, voltamos a problemática da falta de manutenção. Já que na maioria das vezes o síndico acaba não se preocupando com a manutenção preventiva, é justamente esse fator que causa a maioria dos problemas de alagamento.

E como já foi falado anteriormente, a responsabilidade poderá ser do síndico, se for comprovado que o mesmo foi omisso, e não realizou a manutenção corretamente, independente se ela estava prevista no custo da previsão orçamentária ou não, faz parte dos deveres do síndico o cuidado com a prevenção e corretiva das áreas comuns do condomínio.

Outro ponto que pode ser considerado é que muitas vezes o custo de instalação dos equipamentos é muito elevado, e em alguns casos o condomínio, através da aprovação da Assembleia, opta por equipamentos mais baratos, e que podem não conseguir evitar uma inundação.

Nesse caso, a responsabilidade acaba sendo do condomínio num todo, que soube dos riscos, e mesmo assim optou por economizar num serviço de má qualidade.

Mas se a capacidade de escoamento da água não foi projetada da maneira correta, dependendo do caso, a responsabilidade poderá ser da construtora, ou de quem fez o estudo.

 

 

Mas e nos casos em que a manutenção estava em dia?

Os alagamentos nas garagens dos condomínios

Neste caso, o recomendado é que faça uma investigação, principalmente referente a estrutura do prédio.

Por exemplo, o problema pode ter sido causado pela falta de escoamento da água por parte da rede pública, como entupimento de bueiros e boca de lobo, desse modo, a responsabilidade passa a ser da administração pública.

Outro aspecto que tem que ser levado em consideração, é a intensidade da chuva. Em alguns casos, o condomínio está em dia com a manutenção preventiva, o serviço foi feito de forma correta, a estrutura do prédio também está dentro dos conformes, sem irregularidades, mas mesmo assim, aconteceu de ter a sua garagem inundada, por que? Bom, para esses casos a responsabilidade são os fenômenos naturais, e não tem a quem recorrer.

Uma dica interessante para as regiões que mais sofrem com esse problema, é que o condomínio faça a instalação de sistemas de alarmes para auxiliar na identificação de um possível alagamento, para auxiliar nas medidas que precisarão ser tomadas para evitar maiores danos ao condomínio e aos moradores.

 

Mas o condomínio tem seguro. Como funciona?

Os alagamentos nas garagens dos condomínios

A maioria dos condomínios possuem seguro condominial, mas se ele cobre os prejuízos causados pelas enchentes nas garagens dos prédios, isso irá depender da apólice que o condomínio contratou.

Lembrando que se for constatada a responsabilidade do condomínio (pela falta de manutenção, ou pelo mal serviço que foi feito no escoamento, ou na drenagem), o seguro não irá cobrir os prejuízos.

Por isso, fique atento, e verifique a apólice do seu seguro condominial para saber como funciona a cobertura nesses casos.

Gostou desse conteúdo? Acesse os nossos conteúdos exclusivos, tudo sobre gestão condominial está no portal Síndico Legal.

 

 

Toheá Ranzeti – Redação Síndico Legal

 

Leia mais conteúdo exclusivo aqui!

LEIA TAMBÉM

 

INSCREVA-SE NA TV SÍNDICO LEGAL CLICANDO AQUI!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here