OAB-MT PROMOVE AÇÃO SOCIAL EM PROL DOS FUNCIONÁRIOS DA SANTA CASA DE MISERICÓRDIA DE CUIABÁ

0
280
Imagem: Google

Durante o mês de abril a Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Mato Grosso (OAB-MT) promove uma campanha de arrecadação de cestas básicas para o grupo “SOS Funcionários da Santa Casa”.

As doações serão destinadas às cerca de 800 famílias de funcionários da Santa Casa de Misericórdia de Cuiabá que sofrem as consequências de até seis meses de atrasos salariais.

A situação que envolve o hospital filantrópico está sendo acompanhada pela Comissão de Saúde da OAB-MT a fim de que sejam adotadas as providências legais para que seja restabelecido o atendimento à população de Mato Grosso.

Imagem: Google

Advogados e a sociedade em geral podem contribuir doando alimentos não perecíveis em qualquer um dos dez pontos de coletas na Capital. São eles:

  • Salas da OAB-MT no Edifício Maruanã
  • Tribunal Regional do Trabalho da 23ª Região (TRT 23)
  • Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso (TRE-MT)
  • Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT)
  • Justiça Federal
  • Fórum de Cuiabá
  • Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania dos Juizados Especiais Cíveis (Cejusc);
  • Estacionamento do Advogado, na sede da CAA/MT
  • Escola Superior de Advocacia de Mato Grosso (ESA-MT).

Também serão revertidos para a campanha os alimentos arrecadados pela ESA-MT nos eventos realizados ao longo do mês e nas ações promovidas pelas comissões temáticas da OAB-MT.

O presidente da OAB-MT, Leonardo Campos, destaca que é impossível não se sensibilizar com situação de calamidade pessoal pela qual passam os funcionários da Santa Casa e toda a sociedade mato-grossense com a crise que atinge o hospital.

Estamos trabalhando em conjunto para atender as necessidades mais urgentes destes funcionários que atuam diretamente no atendimento de quem mais precisa em momentos tão importantes, mas sem esquecer o compromisso de médio e longo prazo que a OAB-MT tem como representante da sociedade civil em acompanhar, fiscalizar e cobrar as devidas ações para garantir o direito à saúde da população”, disse.

 


Leia mais notícias aqui!

(Fonte: OAB-MT)

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here