O uso de churrasqueiras portáteis nas sacadas.

0
243
O uso de churrasqueiras portáteis nas sacadas.

Alguns condomínios já vêm com as churrasqueiras instaladas nas sacadas, nesses casos tudo foi projetado anteriormente, com exaustor, com a tubulação que para sair a fumaça, sem que corra o risco de a mesma incomodar os vizinhos ou até mesmo aqueles que estão na sacada.

Porém nos casos em que a churrasqueiras não vem instaladas o jeito é utilizar as outras opções existentes no mercado, e para atender esse mercado existem as churrasqueiras portáteis.

O primeiro passo a ser tomado antes de sair por aí comprando churrasqueira é ler a convenção do condomínio, ver o que tem prescrito em relação as churrasqueiras, quais podem ser instaladas na varanda.

 

 

Ler o regimento interno para saber as regras de horário, do uso das churrasqueiras e demais assuntos referentes a realização do bom e velho churrasco.

Na omissão da Convenção Condominial e do Regimento Interno o ideal é que os moradores se reúnam em assembleia para regulamentar o assunto.

Quando o assunto é o uso das churrasqueiras portáteis os problemas são instalados. Ao escolher esse tipo de equipamento o condômino pode prejudicar os vizinhos, através do mal cheiro e/ou fumaça sem a exaustão correta.

 

 

As churrasqueiras portáteis mais comuns são, elétrica, a gás e a carvão, as duas primeiras são as que têm menor quantidade de fumaça, porém nenhuma delas foram dimensionadas para sacadas.

Aquelas que tem a ignição através do gás tem um agravante no seu uso, pois normalmente é proibido o uso de botijão a gás em muitos condomínios, a exemplo dos estados do RJ e SP.

Não recomenda-se churrasqueiras a gás também pelo motivo do ramal de saída do gás ser dimensionado para atender um fogão e não para churrasqueira o que gera um consumo muito mais de gás.

 

 

Normalmente é preciso alterar o sistema da saída do gás para adequá-lo a churrasqueira, o que gera um custo elevado, sendo que o procedimento deve estar dentro da NBR 16.280.

Já a churrasqueira elétrica tem seus prós e contras, faz-se necessário a verificação da parte elétrica pois se mal dimensionada, pode não ligar ou causar um incêndio.

 

 

A boa noticia é que hoje em dia já existe no mercado empresas especializadas em instalação de churrasqueiras nas varandas, com projetos direcionados a necessidade de cada condomínio, executando o serviço de forma rápida, segura e prática.

Esses projetos já possuem exaustores desenvolvidos para essas necessidades, eliminando os problemas com os vizinhos relativo à fumaça.

Quando se fala em churrasqueira o grande bizu é o bom senso.

 

 

Redação Síndico Legal

 

LEIA TAMBÉM

 

INSCREVA-SE NA TV SÍNDICO LEGAL CLICANDO AQUI! 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here