O que fazer para manter o condomínio seguro?

0
558
O que fazer para manter o condomínio seguro?
Foto: jornal o globo

Saiba dicas para proteger melhor o seu condomínio na hora do seguro

Geralmente poucos condomínios se preocupam quanto à necessidade de fazer um bom seguro patrimonial. Já que o Código Civil determina que o síndico seja responsável pela realização do seguro do condomínio. E no mesmo, contém uma lei que prevê a obrigatoriedade da realização do seguro contra incêndio ou destruição de partes comuns.

E os condomínios sempre se preocuparam em contratar apenas o seguro contra incêndio, não atribuindo a importância dos riscos acessórios que a maioria das companhias oferece, e que muitas vezes podem ser útil em situações que acontecem mais no cotidiano do que o que se imagina.

Tem condomínios que não acreditam que existem riscos acessórios que cobrem danos como em portas de vidro, alagamentos, danos elétricos, vendaval, queda de raio e responsabilidade civil, entre outros danos mais.

É até estranho o nome que as seguradoras utilizam, mas se fizer uma boa análise, você verá a importância da contratação. Por exemplo, a cobertura de alagamento, que pode ser muito útil no caso de um rompimento ou vazamento de caixa-d’água, que pode alagar os apartamentos, e tendo a cobertura ela irá cobrir os danos.

 

 

O seguro que cobre vendaval também é interessante, principalmente em regiões que acontecem bastantes tempestades, pois nessas áreas o risco de destelhamento, ou até mesmo queda de objetos do condomínio em cima de carros ou imóveis vizinhos é frequente, e ter uma cobertura garante o sossego e a segurança do condomínio.

Para os condomínios que possuem bastantes áreas comuns que tenham vidros, é recomendado fazer incluir na apólice a cobertura de quebra de vidros, para não gastar tanto em caso de um imprevisto.

E a mais importante das coberturas, tanto para o condomínio, como para o próprio síndico, a cobertura de responsabilidade civil. Se em algum momento o condomínio for processado judicialmente por alguém, por qualquer motivo que seja nas dependências do condomínio, e o mesmo venha a ser condenado judicialmente, ao invés dos condôminos arcarem com o prejuízo, tendo a cobertura de responsabilidade civil, é preciso somente acionar o seguro. A mesma cobertura poderá ser solicitada também quando o síndico cometer algum erro e causar algum prejuízo ao condomínio. Neste caso, a seguradora também deve cobrir os danos.

O portal Síndico Legal ressalta o quanto é importante analisar corretamente toda a realidade e a necessidade do condomínio, como também exatamente quais os riscos que as seguradoras cobrem, porque quando a apólice de seguro fica bem feita, quem ganha com isso é o síndico e os condôminos, pois evitará que qualquer prejuízo aconteça e não pegará os moradores de surpresa.

Por isso é importante prestar bastante atenção na hora que for fazer ou renovar o seguro do seu condomínio. Fique atento!

Toheá Ranzeti Antunes – Síndico Legal

Leia mais notícias aqui

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here