Novidades de higienização no combate ao coronavírus

0
127
A principal medida que deve ser tomada e nunca esquecida é a utilização da máscara de proteção
A principal medida que deve ser tomada e nunca esquecida é a utilização da máscara de proteção

Desde que a pandemia começou, o álcool em gel se tornou um dos protagonistas do ano, e nos condomínios não foi diferente. Sempre em display nos elevadores, ou espalhados pelas áreas comuns do empreendimento. Sem contar que também pôde ser percebido uma frequência maior na limpeza das áreas comuns do condomínio, principalmente os locais de mais acesso dos condôminos e visitantes.

Já se passou quase um ano desde que houve o primeiro óbito causado pelo novo coronavírus no Brasil, e os itens de combate para enfrentar a Covid-19 aumentaram desde então. Muitas novidades em higienização surgiram para acabar ou pelo menos diminuir o risco de contaminação.

 

 

Um dos aliados nesse combate é o tapete sanitizante, que possui em uma de suas partes uma substância desinfectante, e a outra parte enxuga os calçados. Existem condomínios que aderiram produtos hospitalares para ajudar na limpeza geral das áreas comuns, a fim de evitar a propagação do vírus cujo a doença já matou mais de 229 mil pessoas no país.

 

Compras pela internet

Lógico que as pessoas passaram a comprar mais pela internet, para evitar saírem de suas residências. Com isso, aumentou a entrada de embalagens e mercadorias nas portarias dos condomínios. Para ajudar na prevenção, alguns empreendimentos começaram a usar bastão com lâmpada UVC, cujos raios atacam os vírus.

 

 

Uma outra opção bastante utilizada no combate a contaminação são as folhas adesivas de cobre, que são instaladas onde as pessoas tem o hábito de colocar as mãos, como por exemplo, nas maçanetas das portas.

 

Impacto financeiro

Por mais que foi preciso adotar novas medidas para combater o novo vírus, o impacto financeiro nos condomínios foi relativamente pequeno. Segundo especialistas, o aumento com produtos de limpeza e equipamentos de proteção ficou entre 15% e 20%.

 

 

Se todos os condôminos, funcionários e síndicos seguissem as normas de higienização, o condomínio poderia economizar mais, pois tendo a confiança de que cada um está fazendo a sua parte, fica mais fácil de cuidar e limpar tudo, sem precisar exagerar. A principal medida que deve ser tomada e nunca esquecida é a utilização da máscara de proteção, pois ajuda a evitar que o vírus circule com facilidade.

 

Adaptação

Existem algumas medidas que podem demorar um pouco mais para os condôminos se acostumarem, porém é preciso salientar que tudo o que está sendo feito é para o bem de todos, para proteger os moradores, funcionários e até mesmo visitantes.

Redação Síndico Legal – Toheá Ranzeti 

 

LEIA TAMBÉM

INSCREVA-SE NA TV SÍNDICO LEGAL CLICANDO AQUI!

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here