Mulher é agredida com socos por ex-síndico em prédio de Itapema

0
313
Mulher é agredida com socos por ex-síndico em prédio de Itapema
Mulher tenta fugir pela escada enquanto é agredida.(Foto: Reprodução, Câmeras de Monitoramento)

Uma mulher de 40 anos foi agredida com socos e tapas no fim da manhã deste sábado (14) em Itapema, no Litoral Norte de Santa Catarina. Toda ação foi filmada por câmeras de segurança do condomínio, localizado na região do Canto da Praia (confira o vídeo abaixo).

As imagens são fortes. Ela prestou queixa no início da tarde. O agressor foi procurado pela reportagem, porém não atendeu às ligações e não respondeu as mensagens.

Roberta Medeiros foi eleita síndica do prédio durante a manhã e ao chegar em casa foi surpreendida por Antonio da Silva, ex-síndico. Nas imagens é possível ver o agressor ameaçando a vítima, e em seguida a empurrando.

Ela tenta entrar no elevador, porém o homem não permite, momento que ele dá três socos, dois na cabeça de Roberta e outro no lado esquerdo do rosto. O homem ainda tira o celular da bolsa da vítima e o joga no corredor.

Ao tentar fugir pela escada, Roberta leva mais dois tapas e o agressor sai caminhando em direção à entrada do prédio. Toda ação dura pouco menos de um minuto.

A vítima relata à reportagem que se mudou para o imóvel no início deste mês, mas que o atrito com o agressor já se estende por mais de um ano  já que o apartamento era usado por ela e pelo marido como casa de veraneio. Roberta conta que começou a perceber problemas no imóvel e passou a questionar o síndico.

O prédio tinha muitos problemas como câmeras que não estavam funcionando, portões com problema, portas abertas, e aí exigi melhorias. Ele começou a ficar incomodado com isso, relata.

Neste sábado (14), os moradores do prédio se reuniram para fazer uma nova eleição para eleger o síndico. Segundo Roberta, o agressor teria ficado cerca de 30 minutos na reunião, que durou pouco mais de duas horas na administradora do condomínio.

Ele não se candidatou, e a vítima da agressão foi eleita. Ao chegar em casa ela foi surpreendida pelo homem.

Após o fato, Roberta, ainda recebeu mensagens de voz do agressor, ironizando a situação. Em um dos áudios ele chega a dizer para a vítima cuidar dos animais de estimação que tem no apartamento e sugeriu que ela passasse “um gelinho” nos machucados que teve no rosto, próximo ao pescoço e nas costas.

Ela então procurou a delegacia e registrou um Boletim de Ocorrência contra o agressor. O delegado plantonista Rafael Chiara afirma que já solicitou o pedido de um exame de corpo de delito e explica que na segunda-feira (16) um inquérito policial será instaurado para ouvir as partes e investigar o caso.

Como se trata de uma agressão, a vítima precisa querer representar contra o agressor. Ela já demonstrou esse interesse, e assim obrigatoriamente será instaurado o inquérito. O caso já está na delegacia, que deu início aos procedimentos legais e as imagens já estão com a polícia — explica Chiara.

Roberta decidiu morar em Itapema para cuidar do marido que tem um câncer terminal no cérebro.

Ele estava no apartamento quando a agressão aconteceu. Os momentos de paz que ela esperava ter, agora se transformaram em medo e angústia.

Me sinto totalmente insegura. Daqui a pouco meu marido vai partir e vai ficar eu, meus gatos, meus cachorros. Ele me manda áudios, me ameaça, e eu tenho muito medo que ele faça algo comigo ou até com o prédio — relata a vítima

Fonte: Nsctotal

 

Leia mais notícias aqui!

LEIA TAMBÉM

 

INSCREVA-SE NA TV SÍNDICO LEGAL CLICANDO AQUI

 

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here