Moradores são indenizados por roubos após falha da portaria

0
422

A 28ª Câmara de Direito Privado do Tribunal de Justiça de São Paulo condenou uma empresa de serviços de portaria e segurança a pagar indenização por danos materiais e morais a moradores que tiveram seus apartamentos roubados. Os desembargadores entenderam que houve falha de segurança, o que ocasionou os furtos.

“Pelo que se depreende dos autos, houve negligência do porteiro ao permitir o ingresso de pessoas estranhas no interior do prédio, sem qualquer identificação, abordagem ou autorização de algum condômino, ou seja, sem qualquer embaraço, pois (o porteiro) ficou longo período distraído conversando com uma pessoa perto da guarita”, afirmou o relator do caso, desembargador Cezar Luiz de Almeida.

 

 

ACÓRDÃO-Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação Cível nº 1018404-83.2017.8.26.0003, da Comarca de São Paulo, em que é apelante MARK QUALITY SERVIÇOS DE CONSERVAÇÃO E LIMPEZA LTDA, são apelados LUIS GUSTAVO COELHO CATELANI, JOÃO EUDES OLIVEIRA SANTOS, KELLY MADUREIRA DA SILVA, VALTER FREITAS MATIAS e FERNANDA MARTINS BRAZ CATELANI.ACORDAM, em sessão permanente e virtual da 28ª Câmara de Direito Privado do Tribunal de Justiça de São Paulo, proferir a seguinte decisão: Negaram provimento ao recurso, por maioria de votos, vencido o 2º Juiz, que declara., de conformidade com o voto do relator, que integra este acórdão. O julgamento teve a participação dos Desembargadores DIMAS RUBENS FONSECA (Presidente), CELSO PIMENTEL, BERENICE MARCONDES CESAR E CESAR LACERDA. São Paulo, 7 de julho de 2019. Cesar Luiz de Almeida Relator Assinatura Eletrônica

 

  

Fonte: CONJUR

 

Leia mais sobre Jurisprudência aqui!

LEIA TAMBÉM

 

Gostou? Compartilhe!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here