Moradores de condomínio se mobilizam em arrecadação de alimentos

0
99
Wilson, juntamente com os vizinhos, arrecadou alimentos para o Funss
Wilson, juntamente com os vizinhos, arrecadou alimentos para o Funss

Em tempos de pandemia, a solidariedade encontrou solo fértil no dia a dia da população, que, da maneira como pode, acolhe e contribui para amenizar as dificuldades do próximo. No condomínio do Wilson Fernando Faria de Oliveira não foi diferente. Morador do Garden Place, no bairro Jardim Bonfiglioli, ele contou com a ajuda dos vizinhos para arrecadar alimentos não perecíveis.

“Ao todo, somos em 64 famílias. Entendemos que se cada um fizer a sua parte, por menor que ela seja, podemos, juntos, ajudar muitas pessoas”, afirmou o empresário. “A ideia foi tão bem recebida pelos moradores que já conseguimos entregar doações diversas vezes ao longo deste ano”, explicou.

 

 

Entre os itens arrecadados, estão leite, arroz, óleo, açúcar e café, entre outros. Todos os produtos foram direcionados para a Campanha Permanente de Solidariedade, promovida pelo Fundo Social. A iniciativa, que já era realizada durante o ano inteiro, hoje reforça as ações da Prefeitura no combate ao Novo Corona vírus e seus reflexos socioeconômicos.

 

 

“Para ser solidário não é preciso, necessariamente, um grande esforço. Ao contrário, toda ajuda é bem-vinda, seja ela um pacote de feijão ou uma cesta básica. Toda contribuição faz a diferença na vida das pessoas que, por algum motivo, enfrentam dificuldades em casa”, explicou Vanessa Machado, presidente do Funss.

Além de alimentos não perecíveis, a Campanha Permanente também recebe leite, fraldas (infantil e adulto), vestuário, roupas de cama e banho, produtos de higiene pessoal e limpeza, bem como água mineral. “Sempre pedimos a atenção das pessoas para doar itens dentro do prazo de validade e em embalagens lacradas.

 

 

Já vestuário, calçados e roupas de cama e banho precisam estar em bom estado de conservação. Isso porque as peças rasgadas, sujas e manchadas são direcionadas ao descarte. Afinal, quando se trata de doação, não podemos nos esquecer de que aquilo que não está adequado e conservado para a nossa família também não está para quem mais precisa”, destacou Vanessa.

Fonte: Jundiai

 

LEIA TAMBÉM

 

INSCREVA-SE NA TV SÍNDICO LEGAL CLICANDO AQUI!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here