Moradores de condomínio em Ferraz de Vasconcelos fazem vídeo para homenagear porteiro.

0
181
Moradores de condomínio em Ferraz de Vasconcelos fazem vídeo para homenagear porteiro.

VEJA O VÍDEO CLICANDO AQUI!

O porteiro de 62 anos, trabalha há 14 no local e está afastado por causa da pandemia do novo coronavírus. Um morador percebeu pelas redes sociais que o porteiro estava sentindo falta da rotina.

Moradores de um condomínio de Ferraz de Vasconcelos se reuniram para fazer uma homenagem ao porteiro, que está afastado desde o início da pandemia do novo coronavírus por ser idoso e estar inserido no grupo de risco.

Adalberto Vieira Gomes, conhecido como Seo Adalberto, tem 62 anos e trabalha como porteiro no condomínio há 14 anos. Segundo Richard Santos, síndico do condomínio, mesmo com o afastamento o porteiro continua recebendo assistência.

“Não pensamos duas vezes, pedimos o afastamento dele, ele ficou em casa e está recebendo o salário dele, nossa preocupação maior é deixar ele em sua casa, até a pandemia passar, para poder retornar”, ressalta Richard Santos.

Danillo Alves dos Santos é um dos moradores do condomínio e tinha bastante contato com Seo Adalberto. Pelas redes sociais, ele percebeu que o porteiro, que vive sozinho, estava sentindo muita falta da rotina e resolveu fazer um vídeo, com depoimento dos moradores para mostrar que todos também estão com saudades.

“Conhecemos bem os efeitos da depressão e temos uma preocupação muito grande nesse sentido, porque com a pandemia, muitas pessoas estão tendo problemas e eu vi que Seo Adalberto fez umas postagens meio tristes, percebi que ele estava com saudade da rotina.

Então eu resolvi fazer o vídeo, para mostrar que os moradores do condomínio também estão sentindo a falta dele e que ele é importante na vida nos moradores”, conta Danilo.

De acordo com Seo Adalberto, a ação foi emocionante. “Eu estava meio para baixo, por ter que ficar aqui em casa, eu gostaria de estar ali presente com os moradores.

Quando eu acabei de ver o vídeo, a emoção falou mais alto que a razão, e eu comecei a chorar de alegria, não tem explicação, é uma coisa que com certeza vou levar para o resto da minha vida todo”, relata Seo Adalberto.

O condomínio tem 192 apartamentos e quase 700 moradores, que esperam ansiosos pelo retorno do funcionário depois do período de pandemia.

As crianças, que também participaram da homenagem, sentem falta da alegria do porteiro. “Sinto muita saudade dele, porque ele conversa muito conosco”, conta Maria Luiza Rizzo, de 11 anos.

“Ele fazia várias piadas, riamos juntos e agora não podemos fazer isso, mas logo ele volta”, conta Isabella Rudyk, de 9 anos.

“Ele era sempre muito feliz e divertido, está fazendo muita falta, mas espero que isso passe logo e que possamos estar juntinhos de novo”, conta Nicolle Rudyk, de 11 anos.

Neste período de isolamento social, a demonstração de afeto ajuda as pessoas a seguirem em frente.

“Existe essa preocupação com o sentimento, porque algumas pessoas estão pressionadas por não terem sua renda, não poderem trabalhar, terem sua rotina alterada, então esse sentimento de solidariedade cresceu muito”, explica Danilo.

Fonte:G1 (Mogi das Cruzes)
Leia mais Notícias clicando aqui!
LEIA TAMBÉM

INSCREVA-SE NA TV SÍNDICO LEGAL CLICANDO AQUI!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here