Moradora entra na Justiça contra síndica após ser impedida de fazer mudança

0
84
Moradora entra na Justiça contra síndica após ser impedida de fazer mudança
Fachada prédio do fórum em Três Lagoas. (Foto: Tá na Hora Três Lagoas) - CREDITO: CAMPO GRANDE NEWS

Confusão começou porque a mulher queria deixar o condomínio sem pagar a dívida contraída com irmã da administradora do residencial.

Briga de vizinhas foi parar na Justiça em Três Lagoas após a moradora de um condomínio ter sido impedida pela síndica de fazer a mudança. Tudo começou porque a mulher queria deixar o local sem pagar a dívida contraída com a irmã da administradora do residencial.

 

 

A moradora entrou com ação por danos morais, mas a Justiça entendeu que o fato não ocorreu porque as ofensas e agressões foram mútuas.

Na ação, a moradora contou que estava tentando fazer a mudança quando a síndica se aproximou e tentou impedir que ela colocasse os móveis no caminhão antes de pagar uma dívida.As mulheres começaram a xingar, se agrediram e ainda fizeram ameaças de morte uma contra a outra.

 

 

A moradora chegou a dizer que a neta e a filha dela foram agredidas pela síndica e por esse motivo decidiu pedir indenização de R$ 80 mil por danos morais. Como não conseguiu provar as agressões teve o pedido e o recurso negados pela Justiça.

“As partes alegaram, em suas defesas, que os xingamentos e ameaças foram recíprocos, não restando comprovada uma culpa exclusiva de alguma das partes em específico. Além disso, não foram ouvidas testemunhas que comprovem a versão do que de fato ocorreu naquele dia, na forma como foi narrado na inicial”, pontuou o desembargador e relator do processo Vladimir Abreu da Silva.

 

Fonte: Campo Grande News

 

Leia mais notícias aqui!

LEIA TAMBÉM

INSCREVA-SE NA TV SÍNDICO LEGAL CLICANDO AQUI!

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here