O que não pode faltar numa manutenção preventiva?

0
211
O que não pode faltar numa manutenção preventiva

A manutenção preventiva é realizada com o objetivo de evitar danos ao prédio, diminuir os possíveis custos futuro, e garantir um bom funcionamento das instalações do condomínio, sem contar que também garante a segurança de todos que ali vivem.

É por isso que todos os equipamentos e ambientes devem estar inclusos nessa manutenção, sendo eles, elevadores, sistemas de combate a incêndio, escadas, instalações elétricas, bombas de água, calhas, pintura externa, telhados, entre outros setores do condomínio.

TIPOS DE MANUTENÇÃOO que não pode faltar numa manutenção preventiva?

Existem dois tipos de manutenção, acerca da manutenção preventiva: a manutenção preditiva e a manutenção corretiva. A manutenção preditiva é feita de acordo com o estado em que o equipamento está, e é feito um acompanhamento frequente baseando se na análise e no monitoramento de dados.

Já a manutenção corretiva tem o intuito de consertar algum problema já existente. É a manutenção mais comum nos condomínios, por conta que na grande maioria das vezes existe uma falta de planejamento dos síndicos.

Muitos gestores esperam o problema acontecer para buscar uma solução, ao invés de já se prevenir. Ainda assim, esta manutenção não deverá deixar de existir, mas se houver um bom planejamento do síndico, ela ocorrerá com menos frequência.

 

 

PLANO DE MANUTENÇÃOTIPOS DE MANUTENÇÃO

Para conseguir fazer uma boa manutenção preventiva nos condomínios, é necessário criar um plano, que antecipe as medidas de manutenção e as medidas para inspecionar.

O portal Síndico Legal fez uma lista com as principais medidas de manutenção e como o síndico pode supervisionar essa manutenção, ao elaborar um bom plano de manutenção. Acompanhe!

 

  • Faça o levantamento da condição das instalações, verifique também a condição dos equipamentos, e quando foram feitas as últimas manutenções, sendo elas preventivas e corretivas;
  • Crie um cronograma, onde esteja definido o passo a passo que deverá ser obedecido na realização da manutenção, assim você não irá se perder, e nem deixará de verificar nenhum item importante;
  • Estabeleça uma periodicidade para que sejam realizadas as manutenções preventivas;
  • Crie um histórico de ocorrências para que todos os próximos gestores consigam analisar o desempenho e como está a situação dos equipamentos e instalações.

 

A prevenção além de ser essencial para os condomínios, é o melhor caminho para resolver os problemas e diminuir as necessidades de correções.

E é um bom planejamento que irá colaborar com isso, contendo as informações exatas, que proporcione eficiência na manutenção preventiva o que resulta numa boa economia de recursos físicos e principalmente, numa boa economia financeira.

O síndico pode se organizar com relação as manutenções criando um calendário, para que ele consiga se lembrar e ficar atento quanto as datas importantes, sem contar que se organizando assim, o síndico terá tempo de sobra para atender melhor os moradores.

 

Tohea Ranzetti – Síndico Legal

 

Leia mais conteúdo exclusivo aqui!

 

LEIA TAMBÉM

INSCREVA-SE NA TV SÍNDICO LEGAL CLICANDO AQUI!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here