Inimigos ocultos nos cuidados com o condomínio

0
33
cuidados de segurança a serem tomados perto dos reservatórios nos condomínios

O síndico possui uma responsabilidade e tanto dentro de um condomínio, e ele precisa estar sempre atento aos detalhes, e sempre que necessário tomar as devidas providências para minimizar um problema, ou até mesmo impedir que o empreendimento fique vulnerável.

Mas como são tantos detalhes importantes, o síndico precisa se organizar, se preciso for, criar uma planilha, para que nada fuja do seu conhecimento e fique sem controle. Pensando nisso, o portal Síndico Legal preparou algumas dicas de como garantir a segurança do condomínio e evitar qualquer risco desnecessário. Acompanhe!

 

 

Segurança

Com tanto entra e sai durante a rotina corrida do condomínio muitas vezes os moradores não param para perceber os detalhes do funcionamento do empreendimento. A manutenção, a fiscalização, o monitoramento das obras pelo síndico, são muitos os cuidados que o síndico precisa ter para com a segurança do patrimônio e também das pessoas que moram ou trabalham no condomínio.

Mesmo tendo uma boa organização, e obedecendo alguns procedimentos para o bom funcionamento do condomínio, existem locais que acabam passando despercebidos. É por isso que o síndico, o zelador, e até os demais funcionários do condomínio podem redobrar os cuidados e a atenção, a fim de conseguir identificar algum problema que ainda não havia sido percebido.

Um dos locais onde costuma apresentar problemas e que não são percebidos facilmente são com relação aos reservatórios de água e as áreas próximas a eles, isto é, não se deve guardar entulhos e nenhum tipo de objeto de descarte nesses locais, para evitar qualquer problema com a água.

 

 

O que fazer?

É por esse motivo que muitos empreendimentos estão investindo e estão reformando esses locais, instalando filtros na entrada da água nos condomínios. Por mais que possa parecer simples, é um bom investimento, pois pode evitar grandes problemas futuramente.

Se você for síndico e encontrar algum problema ao aprovar essa despesa em uma Assembleia, tenha paciência, explique o benefício, e insista, comprovando a importância desse investimento, seja por foto ou até mesmo a presença de um técnico capacitado que possa explicar para os moradores o quanto é necessária essa reforma para o futuro.

Um detalhe bem importante a se fazer é reforçar as inspeções de rotina, cuide e evite os cupins tanto os de solo como os de madeira, pois eles costumam ser mais comuns do que se pensa, e podem até mesmo estragar os quadros elétricos do condomínio.

Se for preciso fazer algum reparo, busque empresas que sejam especializadas, com boas referências e principalmente, com certificações que comprovem a credibilidade e também se a empresa cumpre com as exigências técnicas exigidas.

 

 

Outra situação que também é comum é a detecção de ruído e trepidação causados por variações na pressão e vazão do sistema hidráulico. Isso pode causar problemas nas válvulas e juntas. É preciso precaver e também trocar os equipamentos que estiverem precários.

Não esconder o problema

Nunca opte por contratar serviços que escondem certos problemas, pois uma hora vai vir à tona e a situação poderá estar bem mais grave. Por isso sempre busque resolver o problema ao invés de esconder, ou amenizar.

Esconder os problemas existentes dentro do condomínio é um risco muito alto a ser tomado, uma vez que, você como síndico, responderá civil e criminalmente pelo condomínio caso venha acontecer algum acidente ocasionado devido a falta de manutenção no empreendimento.  O condomínio agradece!

Redação Síndico Legal: Tohea Ranzeti

 

LEIA TAMBÉM

 

INSCREVA-SE NA TV SÍNDICO LEGAL CLICANDO AQUI!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here