Idoso de 63 anos é preso em Manaus suspeito de ser especialista em roubos a condomínios de luxo

0
27
Eletrodomésticos novos foram encontrados na casa do suspeito e apreendidos pela polícia. — Foto: Eliana Nascimento
Eletrodomésticos novos foram encontrados na casa do suspeito e apreendidos pela polícia. — Foto: Eliana Nascimento

Um idoso de 63 anos foi preso, nessa quinta-feira (8), em Manaus, suspeito de ser especialista em roubos a condomínios de luxo na Zona Oeste da capital. Nos últimos 40 anos, há cerca de 20 registros de crimes cometido por ele, segundo a Polícia Civil (PC).

Ainda segundo a PC, ele cumpria prisão domiciliar desde junho deste ano, pelo crime de roubo, e era monitorado por uma tornozeleira eletrônica. Nesta quinta, o homem foi preso em cumprimento de mandado de prisão preventiva.

Conforme a titular do 19° Distrito Integrado de Polícia (DIP), delegada Deborah Barreiros, a polícia teve conhecimento de um roubo ocorrido no dia 3, desse mês, dentro de uma casa em um condomínio de luxo no bairro Tarumã.

 

Conforme ela, foi possível identificar dois roubos anteriores, este ano, com as mesmas características. Ambos já estavam sendo investigados pela Secretaria Executiva-Adjunta de Inteligência (Seai). Houve troca de informações e foi possível identificar a participação do idoso nos crimes.

“Passamos a conversar com as vítimas que diziam que, dos três homens que entraram em sua residência, todos agindo de maneira muito violenta, e existia um suspeito de, possivelmente, mais de 60 anos.

Como esse fato não é tão comum, principalmente porque as pessoas que agem de forma violenta são jovens, passamos a buscar o acervo da polícia de pessoas com esse perfil e encontramos ele, que é um velho conhecido da polícia“, disse.

A delegada informou que o suspeito pratica crimes há cerca de 40 anos. Ele cumpria prisão domiciliar em casa e era monitorado por uma tornozeleira eletrônica.

De acordo com o delegado Rodrigo Barreto, o suspeito possui envolvimento em assalto a uma casa dentro de um condomínio na região da Ponta Negra, há dez anos. Na ocasião, R$ 1 milhão em espécie foi roubado.

“Ele tem especialidade em praticar roubos em residências. Especialista, agia como líder que recruta as pessoas para o bando”, disse.

Para entrar nos condomínios, a polícia informou que, antes dos crimes, o idoso estudava o local. Na maioria dos roubos, segundo a PC, ele fazia buracos em muros ou cortava as cercas elétricas e pulava o muro. Os roubos eram sempre à noite.

 

Outras duas pessoas são procuradas pela polícia pelo crime. No momento da prisão, a polícia encontrou dentro da casa do suspeito diversos eletrodomésticos novos. A polícia informou que, com o dinheiro dos roubos, o suspeito comprou os materiais que possuem notas fiscais com data entre 5 e 6 de outubro, em nome de outra pessoa.

Para a polícia, ele alegou que estava alugando um ponto comercial em casa e os materiais eram de outra pessoa, mas a polícia não encontrou. Preso em cumprimento de mandado, ele será levado para uma unidade prisional da capital.

Fonte:G1

 

LEIA TAMBÉM

 

INSCREVA-SE NA TV SÍNDICO LEGAL CLICANDO AQUI!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here