Fogo assusta moradores de prédio em São Bernardo

0
19
Incêndio ocorre 11 dias após condôminos reclamarem sobre a falta de equipamentos de segurança
Bombeiros atendem ocorrência em apartamento

Apartamento do bloco 1 do conjunto habitacional Novo Jardim Regina – antigo Residencial Independência –, no bairro Montanhão, em São Bernardo, pegou fogo na manhã do dia 07, 11 dias depois que o Diário noticiou falhas na construção e falta de equipamentos de segurança, inclusive contra incêndio, denunciadas por moradores. O fogo foi controlado pelo Corpo de Bombeiros e não houve nenhum ferido.

Conforme relatou a atendente Rafaela Araújo Silva, 22 anos, por volta das 8h um dos moradores notou que havia fumaça saindo do último andar do prédio. “Imediatamente ele arrombou a porta para entrar, já que não tinha ninguém na casa, e desligou o gás”, contou a moradora. Ela lamentou que o fogo não pôde ser contido antes porque no local não tem mangueira de incêndio, que, segundo ela, foi roubada.

 

 

Quatro viaturas do Corpo de Bombeiros fizeram o atendimento da ocorrência, e as chamas foram controladas em pouco menos de uma hora, sem atingirem outras unidades. A causa do incêndio, iniciado no quarto do apartamento 64, ainda não tinha sido identificada até o fechamento desta edição. A corporação informou que o laudo ficará a cargo da perícia da Polícia Civil.

Conforme o boletim de ocorrência, Antônio Marcelino Gomes, 45 anos, deixou o apartamento que, segundo ele, pertence à sua irmã, por volta das 8h, mas o filho de 15 anos permaneceu na residência. Quando ele retornou, soube do incidente. O menor não estava no local para depor.

ENTRAVE

O residencial Novo Jardim Regina é alvo de críticas por parte dos moradores desde janeiro, apenas um mês depois que a Prefeitura de São Bernardo entregou o conjunto, que conta com dez blocos e 420 apartamentos. Construído por meio do programa Minha Casa, Minha Vida, do governo federal, o condomínio apresenta problemas estruturais e na segurança contra incêndio, como falta de extintores e mangueiras.

 

 

O empreendimento foi construído pela Enplan Engenharia e Construtora e financiado pela Caixa por meio de parceria entre o município e a União. O projeto recebeu investimento de R$ 51,7 milhões, sendo R$ 41,3 milhões do governo federal, R$ 9,07 milhões do Estado, por meio do programa Casa Paulista, e R$ 1,3 milhão do município, que também doou o terreno de 16 mil m² para a construção do conjunto habitacional.

Cada família paga R$ 90 de condomínio. Ao Diário, moradores informaram que procuraram a administradora do prédio e poder público para relatar os problemas desde o início. No entanto, não obtiveram êxito. Porém, cobram os responsáveis, sobretudo diante do acidente de ontem, que, segundo eles, poderia ter sido evitado se houvesse vistoria predial com frequência.

 

 

Questionada, a Prefeitura de São Bernardo informou que a obra foi entregue com todos os equipamentos de segurança e de combate a incêndios, além do laudo AVCB (Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros) devidamente emitido pela corporação. Em nota, a administração municipal disse que “a atualização do AVCB, bem como a checagem e recarga dos equipamentos, é atribuição do síndico”.
Fonte: dgabc

 

Leia mais Notícias aqui!

 

LEIA TAMBÉM

 

INSCREVA-SE NA TV SÍNDICO LEGAL CLICANDO AQUI!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here