Final de ano e as festas nos condomínios

0
71
Final de ano e as festas nos condomínios

Nessa época do ano, o clima de festa toma conta, e no condomínios não poderia ser diferente. E o mais importante, comemorar entre familiares e amigos.

Nos condomínios, os condôminos planejam celebrar essas datas nas casas, nos apartamentos ou nas áreas comuns do empreendimento, porém, pela quantidade de moradores ser relativamente grande, acaba causando bastante discórdia, até já falamos sobre isso em outros conteúdos de fim de ano.

Para evitar essa confusão toda, o síndico precisa saber administrar, principalmente quanto às festas nas áreas comuns dos condomínios, com o propósito de evitar desentendimentos entre os condôminos.

Mas eai? Fim de ano chegou e as festas estão quase chegando também. Será que o seu condomínio está preparado para essa época do ano?

Pensando nisso, o portal Síndico Legal volta ressaltar alguns pontos importantes para ajudar os síndicos a tirar de letra toda essa situação.

 

Áreas comuns 

Final de ano e as festas nos condomínios

É normal que os condôminos desejem fazer suas festas de fim de ano nas áreas comuns do condomínio, como: salão de festas, quiosques, churrasqueiras e espaços gourmets.

 

 

O problema é que, por isso a concorrência por esses espaços é muito maior, e a grande maioria dos moradores querem os mesmos locais e na mesma data.

 

Como evitar o transtorno?

Final de ano e as festas nos condomínios

As áreas comuns do condomínio é um direito de todos os condôminos, e essa questão pode ser bastante delicada. Devido isso, atualmente a maioria dos condomínios estão optando por fazer sorteios dos espaços. E essa tem sido a melhor solução para isso.

Alguns síndicos optam por fechar os espaços nessas datas, e não disponibilizar para nenhum morador, geralmente porque já houve algum conflito antes, e talvez foi necessário tomar esse tipo de atitude para manter a boa convivência entre os condôminos.

 

 

Existem condomínios que aproveitam a oportunidade para promoverem um evento de confraternização entre os moradores. Esse tipo de festa contribui para aproximar os vizinhos, promovendo uma melhor interação entre os moradores.

Final de ano e as festas nos condomínios
Gleicy Ribeiro, Síndica do Condomínio Jd. Beira Rio / Foto: L. Davi Matos

A síndica Gleicy Ribeiro, do Condomínio Jardim Beira Rio, de Cuiabá-MT, relata que há 2 anos realiza o sorteio dos espaços comuns do condomínio, e acredita que vem sendo a melhor opção. “Comecei a fazer os sorteios, e vi que começou a dar certo.

Apesar da ansiedade e expectativa serem grandes por parte dos interessados, sempre fazemos o comunicado da data do sorteio, para que todos estejam cientes dos fatos”, diz Gleicy.

Para ajudar no esquema dos espaços, Gleicy conta que teve a ideia de disponibilizar pulseiras de identificação coloridas.

“Para cada área comum de festa do condomínio, eu mandei fazer uma cor de pulseira de identificação, assim, quando o condômino receber seus convidados, terá acesso as pulseiras, e deverá distribuir para os seus convidados. Dessa forma, os funcionários do condomínio conseguirão ter controle dos visitantes, e caso ocorro algum acidente ou imprevisto, saberemos de qual evento o convidado estava participando, e qual condômino será responsável pelo visitante”, exalta a síndica.

 

 

Barulho nas festas 

Final de ano e as festas nos condomínios

Apesar dessa época ser de muitas festas e consequentemente barulhos, existem muitos moradores que desejam passar em suas casas, e muito provavelmente não gostariam de ouvir muito barulho, principalmente se for de madrugada, atrapalhando seu descanso.

Nesse período, o síndico pode reforçar os avisos a respeito da Lei do Silêncio, que deve ser respeitado, e especialmente após as 22h, o barulho deve diminuir ou finalizar.

Porém, como nessa época do ano, a maioria quer festejar, os moradores precisam ter o bom senso, e ter consciência, pois pelo menos nessas datas tentar ter mais paciência, pois é quase que impossível que o barulho se encerre.

 

 

Conversas em volume alto, pessoas circulando pelo condomínio, móveis sendo arrastados, são alguns dos tipos de barulhos que não tem como evitar numa festa, seja ela de fim de ano ou não.

O síndico pode sugerir uma reunião, para que todos os moradores sejam avisados sobre as condições, dessa forma, os condôminos irão entrar num consenso, e o síndico estará evitando brigas desnecessárias entre os vizinhos.

 

Segurança

Final de ano e as festas nos condomínios

Sabe-se que quanto maior será a festa, maior também o número de convidados, e consequentemente, maior o número de visitantes circulando dentro do condomínio.

Por esse motivo, é de extrema importância fortalecer a segurança do local, principalmente dos funcionários, como os porteiros e zelador.

A lista de convidados é imprescindível, e facilitará muito na identificação das pessoas, além do mais, evita também que o visitante fique esperando por muito tempo para entrar.

 

 

Para os casos das festas que acontecerão dentro das unidades, não tem outro jeito, a não ser interfonar a cada convidado que chegar para autorizar a entrada.

Para que tudo aconteça do melhor jeito e da forma mais segura, é essencial que o condomínio se antecipe, se organize e peça a colaboração e paciência de todos, assim as chances de imprevistos acontecerem serão mínimas.

Se essas dicas foram úteis, aproveite para divulgar dentro do seu condomínio, para que os condôminos também saibam um pouco mais sobre como evitar transtornos no fim de ano.

E não se esqueça de que se alguma medida precisar ser tomada, converse com os moradores e determinem juntos, e só coloque em prática caso seja aprovada pela maioria dos presentes, mediante Assembleia.

 

Toheá Ranzeti – Redação Síndico Legal

Leia mais conteúdo exclusivo aqui!

LEIA TAMBÉM

INSCREVA-SE NA TV SÍNDICO LEGAL CLICANDO AQUI!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here