Fim de ano: Direitos e deveres dos condôminos

0
112
direitos e deveres no fim de ano
direitos e deveres no fim de ano

Não é muito fácil conciliar as opiniões dos moradores de um condomínio durante as festas de fim de ano. Mas utilizando um pouco de bom senso, é possível perceber que algumas regras do condomínio podem trazer alegria ao invés de confusão, e assim proporcionar um Ano Novo melhor para todos.

É importante ressaltar que essas festividades acontecem uma, duas vezes por ano, por isso para esse período é necessário ter um pouquinho de tolerância principalmente com relação a barulhos. Só que ainda assim não impede que algumas pessoas fiquem chateadas e se sintam incomodadas com as inconveniências, por isso é sempre interessante que as pessoas se coloquem no lugar das outras, para que não exagere na festança e também não fique criando problema e reclamação com pequenas coisas.

 

 

Se alguma regra for desobedecida, cabe ao síndico tomar as providências e aplicar as penalidades estabelecidas na Convenção e no Regimento Interno.

Barulho

Mesmo que exista a Lei do Silêncio para essa situação, essas providências geralmente não possuem muito efeito, tendo em vista que não são muito fiscalizadas, ainda mais nessa época do ano, em que os órgãos públicos ficam com um número de funcionários reduzidos, e ainda que a demanda por denúncias fica bem maior.

Cada condomínio possui sua regra no quesito barulho e devem ser respeitadas. No caso do barulho exceder o limite ou o horário estabelecido, ligue para a portaria e peça para que entrem em contato com a unidade que está causando o problema pedindo para que diminua o volume. Se não surtir efeito, no dia seguinte, registre no Livro de Ocorrências da portaria o acontecido, para que o síndico tenha conhecimento e tome as devidas providências.

Evite ir pessoalmente tentar resolver o problema, pois durante esses momentos, as pessoas ingeriram bebidas alcoólicas e tendem a ficar mais agressivas e menos pacientes, correndo o risco de a situação evoluir para uma brigar.

Decoração

Os condomínios acabam sempre decorando alguns ambientes durante o fim de ano. Mas ao se tratar das decorações individuais é importante também ter bom senso e não fazer nada muito extravagante, principalmente se você divide o andar com mais apartamentos.

Após o período das festas é recomendado que tire as decorações das janelas e sacadas, pois pode configurar com alteração de fachada, e o síndico pode aplicar penalidade.

Reserva de áreas comuns

O critério para reservar as áreas comuns deve estar descrito no Regimento Interno do condomínio. Mas algumas coisas podem mudar durante as festas de fim de ano. Por conta da grande disputa por esses ambientes, alguns condomínios vetam os espaços, a fim de evitar problemas, outros preferem fazer sorteios entre os interessados e por fim existem aqueles que dão a vez para os que reservaram primeiro.

 

 

Entregas

Essa regra não deve mudar por conta do fim de ano, ou seja, o condômino deve seguir a mesma orientação que é avisar a portaria sempre que contratar alguma entrega, ou que irá receber em alguns dias alguma encomenda. Essa atitude facilita o trabalho na portaria, e também a liberação, evitando que pessoas mal-intencionadas entrem no condomínio.

Visitantes

Geralmente quando as festas estão para acontecer é importante ter uma lista de convidados e entregá-la na portaria, para o devido controle e segurança.

Veja também se o condomínio possui alguma restrição em relação ao número de convidados, para que você não esteja infringindo nenhuma regra.

Se a festa acontecer na unidade, o condômino poderá avisar a portaria, e ir autorizando a entrada por interfone de convidado por convidado.

Segurança

O período de férias, mesmo se tratando de um período pandêmico, acaba que muitos condôminos saiam para viajar, ou até mesmo passear mais, estando ausentes em grande parte dos dias. Veja algumas dicas que podem evitar maiores problemas:

– Teste o sistema de segurança antes de sair, caso tenha um;

– Se possível deixe uma chave e um telefone de contato com algum familiar ou amigo, para uma emergência;

 

 

– Jamais deixe chaves para pessoas que você não confie e não as deixe também na portaria;

– Evite dar informações de saídas e retornos para os funcionários do condomínio;

– Se você possui um vizinho de confiança, avise-o sobre a sua ausência para que ele fique de olho no caso de alguma movimentação estranha;

– Peça para o síndico conversar com os porteiros para pedir que os motoristas que forem entrar nos condomínios para acenderem a luz interna do veículo, ou abaixar os vidros para que nenhum criminoso entre no condomínio no carro de algum condômino.

Seguindo essas dicas, quem sabe será possível você ter um fim de ano mais tranquilo e poder curtir com calma um momento com aqueles que você ama.

Redação Síndico Legal: Tohea Ranzeti

 

LEIA TAMBÉM

 

INSCREVA-SE NA TV SÍNDICO LEGAL CLICANDO AQUI!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here