Fase final do corona vírus: testes da vacina chegam a fase 3

0
73
Fase final do corona vírus
Fase final do corona vírus

A empresa Johnson & Johnson anunciou no mês de setembro que está trabalhando na vacina da Covid-19, inclusive, já estão na fase final dos testes clínicos que promete ser o imunizante contra o novo corona vírus. Portanto essa é a última etapa exigida por agências regulatórias antes da aprovação.

 

 

O imunizante, de apenas uma dose, será testado em 60.000 voluntários em diversos países, incluindo 8.000 no Brasil. A estimativa é que o estudo realizado no Brasil com os 8.000 voluntários tenha início agora no mês de outubro. Aproximadamente, 22 instituições dos estados da Bahia, Distrito Federal, Minas Gerais, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte e Rio Grande do Sul irão operar como centros de estudo.

A fase final do corona vírus e testes clínicos significa que estão tentando comprovar a eficácia e a segurança da vacina em um grande número de pessoas, e irão contar com a participação de 60.000 voluntários saudáveis, a partir de 18 anos, em cerca de 8 países, incluindo o Brasil e Estados Unidos. A previsão é de que leve de 6 a 8 semanas para convocar todos os participantes.

 

 

De acordo com as concorrentes da empresa, a Johnson & Johnson também publicou o protocolo do seu estudo, que indica mais detalhes do estudo, incluindo como foram selecionados os voluntários, como está sendo feito o monitoramento, e as condições sob as quais os testes poderiam ser interrompidos antes da hora caso houvesse alguma evidência que pudesse comprovar se o produto é ou não capaz de prevenir contra a Covid-19.

Segunda a empresa, que definiu como ‘ponto-final’ o objetivo primário de estudo caso a vacina tenha 60% de eficácia na prevenção da doença. Mas para que isso aconteça, é necessário que tenha no mínimo 154 casos de Covid-19. A partir do momento que 20 voluntários testarem positivo para o novo Corona vírus, será feita uma análise preliminar. Os critérios avaliados são: prevenção de casos moderados e graves, como também a prevenção de transmissão da doença e do desenvolvimento dos sintomas.

 

 

O prazo para chegar até essa quantidade de casos positivos, irá depender do caminho que a pandemia irá percorrer, da probabilidade de os participantes serem expostos ou não ao vírus. Mas segundo o Diretor do Instituto Nacional de Alergia e Doenças Infecciosas, Anthony Fauci, que cedeu recentemente uma entrevista coletiva, a expectativa de que se tenha resultados satisfatórios é em meados de dezembro e janeiro.

Portanto, é importante continuar mantendo os cuidados com a higienização, e continuar respeitando as recomendações da OMS (Organização Mundial da Saúde).

Redação Síndico Legal: Toheá Ranzethi

Leia Mais Variedades Aqui!

LEIA TAMBÉM

 

INSCREVA-SE NO CANAL DA TV SÍNDICO LEGAL CLICANDO AQUI!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here