Equipamentos importantes contra incêndio

0
552

Segurança e manutenção andam juntas no condomínio, especialmente quando se pensa nos equipamentos de combate a incêndio.

Todas as providencias são importantes e se complementam.

Os extintores devem estar sempre com sua carga em dia, mangueiras corretamente enroladas e secas, hidrantes e sprinklers checados periodicamente. Conheça a nova lei de medidas contra incêndio clicando aqui

Portas corta fogo, fechadas, nunca trancadas, são importantes aliadas num incêndio, pois possibilitam que todos deixem o prédio com segurança.

O acesso ás escadas totalmente desobstruído, corrimão continuo, alarmes e iluminação de emergência testada e em pleno funcionamento, rotas de fuga devidamente sinalizadas, indicação do andar, sentido do pavimento térreo.

Igualmente as placas nos elevadores devem estar bem visíveis em todos os andares, proibindo sua utilização em caso de sinistro.

A brigada de incêndio é obrigatória por lei, e a ela compete a condução de todo o processo de abandono, orientando em relação às rotas de fuga, localização dos equipamentos contra incêndio e ponto de encontro do lado de fora.

 

 

Mesmo que não haja previsão legal, vale ressaltar a relevância de simulações de desocupação a cada doze meses, pelo menos, especialmente nos comerciais.

Problemas na parte elétrica podem ser indicativos de curto-circuito, origem de muitos incêndios.

Não descuide de sua revisão, especialmente quando for constatada alguma irregularidade, como luzes piscando, disjuntores que desarmam equipamentos que esquentam.

Em vários estados do Brasil é obrigatório o AVCB, auto de vistoria do corpo de bombeiros, que atesta a conformidade dos equipamentos de combate á incêndio das edificações.

 

Sindico você esta em dia com o seu alvará ASCIP?

Uma boa prática é pesquisar no site do corpo de bombeiros, onde é possível acessar instruções e dicas de segurança em caso de incêndio.

De vez em quando ouvimos a respeito de fogo em condomínios, a maior parte de pequeno alcance, graças à interferência rápida e eficiente da equipe do corpo de bombeiros.

As causas de um incêndio são as mais variadas, desde a falta de manutenção preventiva na parte elétrica do edifício, sobrecarga na rede instalada, utilização de conectores tipo benjamim, quando envolvem o vazamento de gás de cozinha, guimbas de cigarro jogadas acessas em cestos de lixo, velas acessas em cima de mobília.

É dever dos síndicos, em qualquer nível de atuação, ficarem atentos e dispor de todos os esforços para prevenir acidentes.

A manutenção e a atenção são primordiais.

 

Fonte: Orandyr Teixeira Luz- O Condomínio e Você

Leia mais sobre gestão aqui!

Gostou? Compartilhe!

 

LEIA TAMBÉM

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here