Dicas para ser um bom Síndico

0
922

Veja as sugestões mais importantes na lista da ABADI (Associação Brasileira das Administradoras de Imóveis).

Veja as dicas da Associação Brasileira das Administradoras de Imóveis para um bom síndico:

• Ter experiência
• Amplo conhecimento das técnicas administrativas, contábeis e tributárias;
• Entender de gestão de pessoas, liderança e outras responsabilidades inerentes ao cargo, como a civil e a criminal
• Ser qualificado – há diversos cursos na área e a ABADI lançou recentemente um módulo de capacitação profissional para síndicos, subsíndicos, administradoras, gestores e demais profissionais
• Saber ouvir às demandas do condomínio
• Promover a integração com os moradores
• Promover reuniões periódicas para resolver questões do dia a dia e tomar decisões

Como ser um bom profissional?
A principal característica para quem quer ser um bom síndico é ser um bom líder, afinal é ele quem vai representar os condôminos e a administração do condomínio. É muito importante ouvir às demandas, saber lidar da melhor forma com as questões internas e promover a integração com os moradores. Promover reuniões periódicas também é uma boa forma para resolver questões e tomar decisões.

Quais características são importantes?
Para saber lidar com as exigências e os conflitos do dia a dia condominial, um bom síndico precisa ter conhecimentos em administração, direito, gestão de pessoas e liderança, além de outras responsabilidades inerentes ao cargo, como a civil e a criminal – talvez as duas mais importantes.

Qualificação é fundamental?
Sim. Um síndico qualificado é fundamental para o bom funcionamento de um condomínio. É imprescindível que o síndico entenda e saiba lidar com as necessidades e os desafios da área, como, por exemplo, ser capaz de equilibrar gastos e investimentos.

No ano passado, a ABADI lançou um curso de capacitação profissional para síndicos, subsíndicos, administradores, gestores e demais profissionais interessados em ingressar nesse setor, com o objetivo de ampliar as competências necessárias para gerir um condomínio.

O curso foi pensado com o objetivo de ampliar as competências necessárias para gerir um condomínio e obter da administradora responsável os melhores resultados. A próxima turma, que começará no dia 26 de fevereiro, oferece habilidades de gestão, comunicação e de negociação, que favorecem o diálogo e auxiliam a conduzir a gestão condominial de forma a trazer as interlocuções diárias para um patamar de eficiência e qualidade.

 

Leia mais notícias aqui

 

Fonte: Globo.com

Artigo anteriorIPTU em condomínio no RJ: novas surpresas à vista
Próximo artigoO que fazer para economizar água nos condomínios?

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

9 + oito =