Dia do Síndico: saiba as suas funções e valorize esse profissional

0
162
Dia do Síndico

Hoje, dia 30/11 é comemorado o Dia do Síndico. Um profissional que é essencial para o condomínio. Pensando nisso, preparou este conteúdo exclusivo, para falar um pouco da importância que o síndico possui na vida de um condomínio e também dos seus condôminos.

O síndico possui uma série de responsabilidades e obrigações, e que muitas vezes acaba sendo motivo de conflitos entre ele e os condôminos. Não é fácil administrar um condomínio, com tantos moradores, e ainda mais fazer cumprir as regras que constam na Convenção e no Regimento Interno.

As obrigações do síndico estão definidas em Lei. No art. 1348 do Código Civil, consta que o síndico é o representante e responsável legal do condomínio. Mas alguns síndicos acabam não sabendo qual a sua função ou o que podem realmente fazer ou não fazer.

 

 

Estão dentre algumas responsabilidades do síndico, durante a sua administração em um condomínio:

– Gerenciar contas e gastos;

– Cobrar condôminos que estiverem inadimplentes;

– Cuidar das áreas comuns do condomínio;

– Mediar os conflitos;

– Cuidar do patrimônio, etc.

Geralmente, mesmo sendo obrigação do síndico como gestor do condomínio, e estando definidas em Lei, alguns deveres não ficam muito claro, principalmente para os moradores. Pois, muitos moram em condomínios, mas não fazem ideia de como funciona um condomínio, de como ele é administrado, e dos detalhes necessários de uma administração condominial.

E para essas pessoas que vivem, moram, trabalham em condomínios e não perceberam a importância que o síndico possui, veja neste conteúdo o quão essencial esse profissional é para o meio condominial.

Os síndicos possuem diversos deveres e responsabilidades, mas antes de tudo, precisam contar com o apoio dos condôminos, ou seja, não podem tomar as decisões sozinhos, para as tomadas de decisões é preciso convocar Assembleias, ou consultar o conselho, e para isso, é importante contar com a participação dos condôminos.

Durante a pandemia do novo corona vírus, a importância do síndico tomou maiores proporções, por conta da quantidade de pessoas que vivem em condomínios, e tendo em vista que muitas decisões e responsabilidades acabam sobrecarregando o síndico, principalmente ao se tratar das restrições e isolamento social.

O que um síndico faz?

O síndico administra o condomínio. Faz cumprir as normas da Convenção e do Regimento Interno, garantindo assim a segurança e a qualidade de vida dos moradores. Além do mais, cuida do patrimônio, dos prestadores de serviços, das documentações, das manutenções e reparos, fiscaliza os condôminos inadimplentes, e também cuida para manter as contas do condomínio em dia

– Representante legal do condomínio

O síndico é o gestor de todas as áreas, ele trabalha como se fosse um gerente geral. Mas vale lembrar que diante da sua atuação ou omissão, ele será responsabilizado. Portanto, é uma profissão que exige atenção e cuidado. Pois passa a assumir a responsabilidade civil e criminal de tudo o que acontece dentro do condomínio. Existe uma certa expectativa e uma pressão também em relação ao trabalho do síndico.

 

 

– Impedir a inadimplência

A inadimplência é algo que faz parte de quase 100% dos condomínios brasileiros, é difícil escapar desse problema. E é um dos principais desafios da gestão condominial.

Porque a inadimplência aterroriza os condomínios? Bom, porque é um problema que deixa o condomínio com déficit financeiro, o que acaba sobrando para os outros condôminos arcar com esse valor.

Muitas das vezes, nos casos mais graves, não existem soluções pacíficas, e é preciso buscar medidas legais e cabíveis. É importante evitar ao máximo meios jurídicos, para que seja possível manter uma boa convivência, mas quando a situação já está fora de controle, não há nada que possa fazer, a não ser procurar a Justiça.

Muitos síndicos, a fim de evitar problemas com condôminos, buscam contratar empresas terceirizadas para fazer a cobrança e administração das cotas condominiais, principalmente aquelas que estão em inadimplência. Assim, o síndico fica livre de um envolvimento pessoal. Mas vale lembrar que ao fazer isso, o síndico não transfere a responsabilidade legal para a administradora, a responsabilidade ainda continua sendo do síndico.

– Cuidados com a segurança coletiva

A maioria das pessoas que escolhem um condomínio para morar ou trabalhar, tem como motivo principal a procura por locais mais seguros e harmoniosos, que oferecem tranquilidade e certa qualidade de vida. Um ambiente que protege os condôminos do ambiente externo.

Essa busca pela segurança faz com que o síndico tenha a incumbência de tomar sempre todas as medidas possíveis para garantir que nada sairá do controle.

Os cuidados vão desde a portaria, o controle de entrada e saída; dos portões; das câmeras de monitoramento; profissionais de segurança capacitados para o cargo; controle da entrada e saída dos prestadores de serviços devidamente cadastrados; e fazer o cadastro dos visitantes e prestadores de serviços; entre outros.

 

 

Outro quesito é a prevenção de acidentes. Realizar sempre as manutenções e as inspeções do condomínio, para evitar que qualquer acidente aconteça e coloque em risco a vida dos moradores ou visitantes. O cuidado com o condomínio é essencial.

– Organizar Assembleias e reuniões

O síndico é o responsável por organizar as Assembleias e reuniões, lembrando que é necessário realizar pelo menos uma Assembleia por ano para ouvir as reivindicações dos condôminos.

Faz parte também dos deveres do síndico durante sua administração condominial ter uma transparência financeira, ou seja, demonstrar todos os ganhos e gastos feitos com o dinheiro do condomínio, e principalmente, apresentar os comprovantes para provar a finalidade dos mesmos.

Viu como não é fácil a função de um síndico? É muito importante valorizar esse profissional, que dedica tanto tempo, e se compromete a tantas responsabilidades e deveres, para que os condôminos possam usufruir o seu condomínio com tranquilidade e sossego. Parabéns a todos os síndicos, por exercerem essa função com tanto zelo e responsabilidade!

Redação Síndico Legal: Tohea Ranzeti

 

LEIA TAMBÉM

 

INSCREVA-SE NA TV SÍNDICO LEGAL CLICANDO AQUI!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here