Cuidados na manutenção do revestimento cerâmico do condomínio

0
242
Cuidados na manutenção

O revestimento de azulejo, cerâmica, porcelanato ou pastilha, habitualmente utilizado em áreas molháveis, além de função decorativas, protegem as superfícies e são passíveis de cuidados especiais.

 

 

Antes de perfurar qualquer peça, deve-se consultar os projetos de instalações entregues ao condomínio, com o objetivo de evitar perfurações em tubulações e camadas impermeabilizadas;

É necessário utilizar parafusos e buchas apropriados na fixação de móveis, acessórios ou equipamentos, para assim evitar impacto nos revestimentos, o que pode causar danos e prejuízos ao desempenho do sistema.

 

 

De acordo com o Guia Nacional para a elaboração do Manual de Uso, Operação e Manutenção das Edificações, não se deve utilizar máquina de alta pressão de água, vassouras de piaçava, escovas com cerdas duras, peças pontiagudas, esponjas ou palhas de aço, espátulas metálicas, objetos cortantes ou perfurantes na limpeza, devido ao dano que podem gerar no sistema de revestimento.

 

 

Os revestimentos devem ser limpos apenas com produtos apropriados, pois a utilização de removedores, como por exemplo, danificam o material.

Vale a pena alertar que arrastar móveis, equipamentos ou materiais pesados, levam ao desgaste excessivo e provocam danos à superfície do revestimento e é permitido lavar apenas as áreas que realmente são denominadas molhadas.

 

 

Dicas para realizar uma manutenção preventiva: 

Tenha um plano de manutenção específico, que atenda às recomendações dos fabricantes, as direções da ABNT NBR 5674 e, quando houver, as normas especificas do sistema.

 

 

Deve-se utilizar somente componentes originais ou com desempenho de características equivalentes e sempre manter o ambiente ventilado, em áreas molháveis ou molhadas, a fim de se evitar o surgimento de fungos ou bolor.

 

 

É importante frisar que a perda da garantia pode se dar por uso de equipamentos, produtos ou de revestimento em desacordo com as especificações, assim como com o impacto descrito na ABNT NBR 15575, que ocasione danos ao revestimento, por furos para instalação de peças em geral, além do uso de máquinas de alta pressão nas superfícies.

 

Por: Juliana Zefiro | Redação Sindico Legal

 

Lei mais conteúdo exclusivo aqui!

LEIA TAMBÉM

 

 

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here