Coronavírus: aprenda a descartar corretamente as máscaras de proteção

0
172
aprenda a descartar corretamente as máscaras de proteção

Como forma de prevenção às infecções pela covid-19, desde 30 de abril é obrigatório o uso de máscaras em todos os espaços públicos, vias, transporte coletivo e estabelecimentos comerciais, industriais e de serviços no Distrito Federal. Com o aumento da demanda, mais pessoas farão o descarte desses produtos.

O professor de enfermagem no Centro Universitário Iesb e especialista em saúde pública Alberto César da Silva explica a forma correta de fazer o descarte.

 

Confira as orientações:

1. Nunca descarte na rua

O professor afirma que em hipótese alguma deve-se descartar as máscaras em lixos urbanos ou na rua, pois o vírus se espalha por partículas aerossóis.
“Essa máscara na rua, com resíduos de saliva ou secreção, vai disseminar o vírus pelo ar. É por isso que em alguns estados e países há um índice de contaminação mais próximo aos hospitais de campanha”, explicou.

2. Envolva a máscara em um saco plástico e identifique o conteúdo

Deve-se colocar as máscaras acumuladas dentro de um saco plástico, desde que não se passe de dois terços o volume desse saco. Caso ultrapasse o volume, deve-se colocar por cima uma nova sacola.
“Aconselha-se que se faça a identificação do saco. Basta apontar da maneira mais simples possível que se trata de máscaras de proteção”, afirma Alberto da Silva. Para aqueles que moram em condomínios, caso confirmado um morador com coronavírus, recomenda-se que o síndico seja avisado para que o recolhimento seja feito da melhor forma.
“A pessoa positivada deve avisar o síndico para que o lixo dela seja tratado de forma diferente. A identificação serve para deixar os catadores prevenidos”, explicou.

3. Descarte as máscaras no lixo orgânico

Não se deve descartar as máscaras no lixo reciclável, pois catadores de resíduos podem abrir a sacola em busca de materiais e acabar contaminados. “Isso evita que outras pessoas sejam infectadas ao vasculhar o lixo reciclável”, aponta. O ideal é jogar o lixo entre os compostos orgânicos.
“O processo de putrefação da comida e dos resíduos ajudará a destruir o vírus”, explicou o professor.
Importante lembrar que só devem ser jogadas fora as máscaras descartáveis. As de tecido podem ser reutilizadas após lavadas corretamente.
Fonte: Correio Braziliense

 

Leia mais sobre gestão aqui!

LEIA TAMBÉM

INSCREVA-SE NA TV SÍNDICO LEGAL CLICANDO AQUI!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here