Construtora é condenada a pagar R$ 30 mil a edifício da Ponta Verde

0
787

A Construtora Nacional foi condenada a indenizar em R$ 30 mil, por danos morais, o condomínio do Edifício Mário Gomes de Barros que fica localizado no bairro da Ponta Verde, parte baixa de Maceió.

A decisão partiu da juíza Maria Valéria Lins Calheiros, da 5ª Vara Cível de Maceió, e publicada no Diário de Justiça desta segunda-feira, 06.

O motivo do processo foi que o prédio apresentou defeitos em sua estrutura e a construtora se negou a repará-los.

O condomínio chegou a contratar um engenheiro para analisar as fissuras, rachaduras e infiltrações que o prédio estava apresentando.

O profissional identificou que a causa das avarias seriam procedimentos incorretos na construção do imóvel, e que os reparos deveriam ser feitos em caráter de urgência para que os problemas aumentassem com o tempo.

“As conclusões do perito, submetidas às indagações de ambas as partes, são suficientes para comprovar que o Edifício […] de fato possui vícios na execução da estrutura, ou mesmo do projeto, e no sistema de impermeabilização, que por sua vez constituem as causas das rachaduras, infiltrações e deterioração da estrutura verificadas a olho nu”, explicou a magistrada Maria Valéria.

Os condôminos chegaram a notificar a empresa extrajudicialmente para que o problema fosse resolvido, mas sem êxito.

A construtora alegou que não houve reclamações no momento da entrega do prédio, e que o prazo de cinco anos para reparos já havia terminado.

A empresa alegou que os defeitos decorreriam do tempo e da falta de manutenção por parte dos proprietários.

 

Fonte: http://www.cadaminuto.com.br

Artigo anteriorCondomínio não pode proibir fixação de símbolo judaico em porta de apartamento.
Próximo artigoCondomínio vai indenizar morador por som alto na academia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

13 − 13 =