Construção do condomínio Jardim Mato Grosso vai beneficiar 160 famílias

0
252
O “Programa Minha Casa, Minha Vida – Entidades” foi criado em 2009, com o objetivo de tornar a moradia acessível às famílias organizadas por meio de cooperativas habitacionais, associações e demais entidades privadas sem fins lucrativos / Imagem: Divulgação

De acordo com a presidente da Agehab-MS (Agência Estadual de Habitação Popular de MS), Maria do Carmo Avesani Lopez o empreendimento é do tipo conjunto residencial com 10 blocos de quatro pavimentos

O prefeito Marcos Trad e o governador do Estado de Mato Grosso do Sul, na tarde desta quinta-feira (29), acompanharam a demonstração da Maquete do Empreendimento Condomínio Jardim Mato Grosso no qual serão construídas 160 unidades habitacionais.

De acordo com a presidente da Agehab-MS (Agência Estadual de Habitação Popular de MS), Maria do Carmo Avesani Lopez o empreendimento  é do tipo conjunto residencial com 10 blocos de quatro pavimentos, 16 apartamentos por bloco, 4 apartamentos por andar, totalizando 160 apartamentos. “São seis apartamentos adaptados para pessoas com deficiência e 154 apartamentos padrão, cada apartamento possui área de 43,204 m2, com dois quartos, sala, cozinha, circulação, sanitário e área de serviço. O residencial  Possui como equipamentos de uso comum: Guarita, Lixeira, Playground, bicicletário e Salão Comunitário”, pontua Maria do Carmo.

O prefeito Marquinhos Trad destaca que a Prefeitura de Campo Grande está trabalhando e buscando parcerias para investir na construção de unidades habitacionais.

 

 

“Nossa equipe esteve em Brasília, há poucos dias, com a finalidade de buscar novos investimentos para construção unidades habitacionais. Esse residencial está sendo implantado em uma área urbana, aprovada pela Prefeitura e executado em conformidade com as posturas do município e com o empreendimento enquadrado no Programa Minha Casa Minha Vida com recursos do FDS (Fundo de Desenvolvimento Social). A contrapartida da Prefeitura neste residencial é de R$360.000,00 com asfalto e acesso ao condomínio)”, frisa Marquinhos.

O governador Reinaldo Azambuja destacou que a infraestrutura possui pavimentação das vias em CBUQ, rota acessível, rede de água, esgotamento sanitário e de drenagem de águas pluviais e arborização.

“É mais um evento que contamos com a presença do prefeito Marquinhos Trad, no qual, nós agradecemos. Trabalhamos em equipe juntamente com a Prefeitura, com isso geramos mais oportunidades de empregos e moradias para nossa população. Este empreendimento deverá beneficiar quase 700 cidadãos de Campo Grande. A Conssol ficará responsável pelas obras contratadas junto à empreiteira VBC Engenharia, que deve entregar as chaves dos apartamentos em um prazo de 24 meses”, frisou Reinaldo.

O “Programa Minha Casa, Minha Vida – Entidades” foi criado em 2009, com o objetivo de tornar a moradia acessível às famílias organizadas por meio de cooperativas habitacionais, associações e demais entidades privadas sem fins lucrativos.

Essas moradias são do programa, ligado à Secretaria Nacional de Habitação do Ministério das Cidades, é dirigido a famílias de renda familiar mensal bruta de até R$ 1.800,00 e estimula o cooperativismo e a participação da população como protagonista na solução dos seus problemas habitacionais.

A escolha das famílias deve ser transparente, sendo obrigatória a publicação dos critérios de seleção nos meios de comunicação do Município. Para participar do Programa, a entidade precisa estar previamente habilitada pelo Ministério das Cidades e a proposta deve ser selecionada, após a análise e aprovação dos projetos pela Caixa.

 

Leia mais notícias aqui!

 

Fonte: A Critica.net

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here