Condomínio decide não cumprir decreto em Cuiabá

0
71
A decisão consta em uma decisão da diretoria do Florais, tomada no último dia 31
A decisão consta em uma decisão da diretoria do Florais, tomada no último dia 31

O condomínio Florais Cuiabá 1 decidiu não cumprir as normas estabelecidas em decreto municipal nº 8.372 de Cuiabá, editado no último dia 30 de março, e manteve áreas comuns abertas, como academia e quadras de tênis.

A decisão consta em uma decisão da diretoria do Florais, tomada no último dia 31.

“Em reunião por vídeo conferência com os membros do conselho deliberativo deliberaram sobre as pautas e ficou decidido que: 1) Espacos gourmet/quiosques – fechados. Academia: aberta a partir do dia 03 de abril, seguindo regras e medidas de proteção e biossegurança”, diz trecho do comunicado ao qual a reportagem teve acesso.

O conselho do condomínio decidiu, também, manter as quadras de tênis e beach tênis abertas, assim como o playground, praças e lagos.

O comunicado afirma que todas as áreas em questão estão sujeitas a fiscalização pela Prefeitura e pelo Governo do Estado, sujeito a multas.

Proibições do decreto

O decreto proíbe qualquer atividade de lazer ou evento que cause aglomeração e especifica ainda, medidas que devem ser adotadas pelos condomínios da cidade.

No parágrafo VI, do artigo 15, o documento prevê a suspensão das seguintes atividades nas áreas comuns dos condomínios:  “Salões de jogos, academias de ginástica e musculação, playgrounds, brinquedotecas, piscinas, quiosques, espaço gourmet, salões de festas e congêneres”.

Outros trechos incluem a suspensão da  “locação de quadras poliesportivas, campos de futebol e congêneres”, a utilização de “clubes de lazer em geral” e “atividades coletivas nos parques públicos municipais”.

A reportagem entrou em contato com a gerência do condomínio, que informou que a decisão teve o respaldo do setor jurídico, alegando que as medidas de biossegurança estariam sendo respeitadas.

O síndico também foi procurado e respondeu, por meio de mensagem, que se posicionaria por escrito.

Abaixo, “prints” do comunicado aos moradores, feito por “WhatsApp”:

Fonte: MidiaNews

 

LEIA TAMBÉM

INSCREVA-SE NA TV SÍNDICO LEGAL AQUI CLICANDO AQUI!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here