Como lidar com o aumento de água e gás no prédio em meio a pandemia

0
455

Devido a pandemia do novo coronavírus, e com o isolamento social, muitas medidas estão sendo tomadas para evitar a contaminação do vírus, e com isso, as pessoas acabam ficando mais tempo dentro de suas casas.

Quem pode está trabalhando dentro de casa, e ajudando os filhos a estudarem por meio digital. Com isso, a tendência é que as despesas diárias aumentem.

E esta situação tem afetado bastante os condomínios. Principalmente nos prédios onde não existe a medição de conta de água e gás individualizada. Nestes casos, além do que é gasto nas áreas comuns, o consumo de cada unidade é rateado de forma igual.

 

 

Sem a medição individualizada fica impossível saber quem consome mais. E a realidade é que em algumas unidades existem mais pessoas do que em outras, e os hábitos também variam de uma família para a outra.

Dessa forma, quem tem o costume de economizar, em meio a pandemia, acaba gastando mais com esse jeito de divisão.

Mas nem tudo está perdido, se o síndico conseguir comprovar que o aumento está partindo do uso exagerado de um determinado morador, ele poderá aplicar uma penalidade, baseando-se na Convenção ou no Código Civil. Lembrando que para se aplicar uma punição, é preciso ter certeza, não ser um simples ‘achismo’.

 

 

Mas vale ressaltar que não é recomendado fazer a mudança do sistema de medição nesse momento. E o condomínio deverá optar pelo rateio extra, e esperar essa situação estabilizar.

E com todo o problema que a sobrecarga de moradores em casa, ao mesmo tempo, é importante que o síndico promova campanhas de conscientização sobre economias, tanto de água, gás e até mesmo de energia.

 

 

Outra recomendação é economizar os gastos nas áreas comuns, e utilizar somente para o que é realmente importante.

As áreas que não estão sendo utilizadas, como salão de festas ou piscinas, estas deverão receber manutenções mínimas. Dependerá das decisões de cada síndico mediante aos recursos do condomínio.

 

 

Quais são as causas do aumento do consumo?

Como lidar com o aumento de água e gás no prédio em meio a pandemia

Primeiro, que nem todos os prédios possuem a medição de água e gás individualizada. E segundo, porque com o isolamento social é recomendado que a população fique em suas casas, o que acarreta no aumento dos gastos.

 

 

Mas o que muda?

Como lidar com o aumento de água e gás no prédio em meio a pandemia

Como já foi citado acima, é recomendado que o síndico organize o rateio de contas, desde que seja da mesma maneira que acontecia antes da pandemia do novo coronavírus, e antes do isolamento social.

 

 

Quais medidas que o síndico pode tomar?

Como lidar com o aumento de água e gás no prédio em meio a pandemia

 

Como os moradores podem ajudar?

Como lidar com o aumento de água e gás no prédio em meio a pandemia

 

Toheá Ranzeti – Redação Síndico Legal

 

Leia mais conteúdo exclusivo aqui!

LEIA TAMBÉM

INSCREVA-SE NA TV SÍNDICO LEGAL CLICANDO AQUI!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here