Como deve ser redigida a Ata de Assembleia?

0
595

A ata de Assembleia deve mencionar de forma clara, objetiva e fidedigna o histórico da Assembléia e o resultado das deliberações. A ata não precisa retratar todas as discussões, apartes e comentários havidos durante a assembleia, mas somente aqueles que se mostrarem mais relevantes para o condomínio. Lacunas e rasuras não são permitidas, devendo seu redator se valer da expressão em tempo real para qualquer correção que se mostre forçosa.

Algo inconcebível, contudo, é a omissão dolosa das decisões que deveriam constar da ata ou a inserção de declarações inverídicas, o que deve ser evitado a todo custo, sob pena de responsabilidade, inclusive na seara criminal.

Não há obrigatoriedade legal para registro de atas no cartório de títulos e documentos, podendo a convenção, contudo, dispor de forma diversa.

O registro, entretanto, se mostra salutar uma vez que confere publicidade aos seus termos, alem de permitir uma reconstituição das deliberações na hipótese de extravio do livro de atas.

Fonte: Gestão Condominial Eficiente – Fabio Barletta Gomes/ Daniele Oliveira Barletta Gomes


Leia mais sobre gestão aqui!

Gostou do conteúdo? Compartilhe!

Artigo anteriorProibir animais dentro do condomínio configura Excesso Normativo
Próximo artigoSindico tem pedido de dano moral negado por falta de provas

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here