As visitas no condomínio

0
207
As visitas no condomínio

Quando uma pessoa escolhe morar em um condomínio, precisa observar quanto as normas do Regulamento Interno do local.

A questão das visitas é um dos pontos que o novo morador do condomínio precisa estar atento, pois as normas a respeito disso variam de condomínio para condomínio. Cada condomínio possui suas regras.

Quando um condômino pretende receber um visitante, surgem muitas dúvidas a respeito disso, e para esclarecer algumas questões, o portal Síndico Legal listou algumas informações importantes.

Confira!

 

Menor de idade pode autorizar a entrada de visitantes? 

Geralmente não é aconselhado que um menor de idade autorize a entrada de visitantes. Por mais que seja amigo da criança, ela não deve autorizar a entrada.

Somente os responsáveis podem liberar a entrada de um visitante no condomínio.

 

 

A vaga na garagem pode usar a vaga da garagem?

Quando o assunto é vaga de garagem, a coisa tende a ficar um pouco mais complicada. Existem casos em que o morador comprou a vaga da garagem, portanto ele se torna dono, sendo assim, a escolha é do dono da vaga se a visita estaciona ou não o carro na mesma.

Lembrando que se caso algum dano for causado pelo visitante na estrutura do condomínio ou em algum outro veículo dentro do empreendimento, o morador que autorizou a entrada da visita que será responsabilizado.

Existem condomínios que liberam uma certa quantidade de vagas para os visitantes, definindo essas vagas já para as visitas.

Já por outro lado, existem condomínios que em hipótese nenhuma libera a entrada de veículos de não-moradores.

Vale ressaltar, que essas questões podem ser discutidas em Assembleias, e for decidido o que é melhor para todos os condôminos e principalmente, para o condomínio.

 

 

Em relação as áreas comuns, os visitantes têm os mesmos direitos?

Quando o morador está em dia com as taxas do condomínio, garante o direito dele e de sua família (caso houver), de usar as áreas comum. Com exceção das festas ou eventos particulares agendados por outros moradores.

Se tratando do visitante, a regra é a mesma, ele poderá utilizar as áreas comuns do condomínio, desde que acompanhados e supervisionado pelo morador, já que o mesmo é responsável pela sua visita.

E é claro que as visitas não podem impedir os outros moradores de utilizarem as áreas de lazer e estar do condomínio.

 

 

Um morador pode expulsar uma visita que esteja causando desordem ou fazendo bagunça? 

Já foi falado nos tópicos acima que o morador que trouxer a visita se torna responsável por ela, até o momento em que ela deixar o condomínio.

Se por acaso a visita causar algum transtorno, os moradores vizinhos podem informar o síndico sobre o ocorrido.

O síndico deverá alertar o morador responsável pela visita sobre as penalidades ou outras ações que poderão ser tomadas.

 

Algum morador pode proibir que uma visita faça o uso da piscina?

Sim. Apesar da piscina fazer parte das áreas comuns do condomínio, ela não pertence somente ao morador que autorizou a entrada do visitante.

Além disso, existe um fator muito importante que envolve a utilização da piscina por pessoas que não moram no condomínio, como por exemplo, uma possível contaminação da água.

Mas antes de tudo, esse assunto precisa ser discutido e decidido em Assembleia, ou já constar um embasamento na Convenção.

Normalmente as visitas são monitoradas pelo Regimento Interno, seguindo as normas de cada condomínio. Não dá para generalizar, pois varia de acordo com a necessidade dos moradores.

Em casos de eventos, festas ou reuniões, o condômino deve fazer uma lista de convidados, e deixar na portaria, e para ajudar ainda mais, é recomendado que deixe também os nomes das empresas que irão fazer alguma entrega no condomínio.

 

 

Toheá Ranzeti – Redação Síndico Legal

 

Leia mais conteúdo exclusivo aqui!

LEIA TAMBÉM

 

INSCREVA-SE NA TV SÍNDICO LEGAL CLICANDO AQUI!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here