-Agressão a Porteiro de Condomínio- Porteiro diz que foi agredido por morador por causa de vídeo intimo da filha do suspeito

0
157
Porteiro denuncia agressão de morador de prédio onde trabalha em Goiânia, Goiás — Foto: Reprodução/TV Anhanguera
Porteiro denuncia agressão de morador de prédio onde trabalha em Goiânia, Goiás — Foto: Reprodução/TV Anhanguera

Um porteiro denunciou uma agressão física por parte de um morador do prédio onde trabalha, no Setor Bueno, em Goiânia. A confusão foi registrada por câmeras de segurança do condomínio. Segundo o funcionário, a discussão começou porque ele flagrou a filha do morador em cenas íntimas com o namorado em uma área comum do condomínio.

O empresário Cláudio Cintra Júnior admite que brigou com o porteiro e diz que se arrepende disso. Ele alega que perdeu a calma porque o funcionário abordou a jovem, de 19 anos, e pediu que ela o adicionasse em um aplicativo de mensagens para conversar sobre o caso.

 

Já o porteiro, que preferiu não ser identificado, nega que tenha assediado a moradora com as gravações. Ele afirma que registrou boletim de ocorrência na delegacia por injúria e ameaça.

O pai da jovem também disse que vai procurar a polícia para denunciar o porteiro por assédio sexual.

Briga

O morador teve acesso às imagens da câmera do prédio que registram o momento em que o porteiro conversa com a jovem.

“Anota meu ‘zap’ aí e você me dá um oi, senão vai dar B.O, mais para você do que para mim, porque não foi a primeira nem a segunda vez. Me chama lá e isso fica entre nós, porque eu vou tentar passar um pano no que aconteceu”, diz o porteiro à moradora.

Ao saber da conversa, o pai da jovem se revoltou e se dirigiu até a portaria para falar com o porteiro.

“A postura dele seria ir lá e falar: ‘Olha, vocês não podem ficar aqui’. Não foi o que ele fez. Ele foi lá duas vezes para ver o que estavam fazendo. E depois abordar a menina e dizer: ‘Me adiciona senão vai dar um B.O para você ‘. O que ele queria? Foi essa pergunta que fiz. Ele foi tão cínico que perdi a calma”, relata o pai.

Imagens de câmeras de vigilância do condomínio mostram quando o morador entra na portaria e começa a discussão.

“Vem aqui, vem aqui. Qual que é a sua, cara? Essa menina tem pai”, diz o morador, exaltado.

Em seguida, ele questiona o motivo de o porteiro ter pedido o telefone da jovem. “Fala o que está acontecendo, ameaçar a minha filha? Eu escutei o seu áudio! O que você quer com a minha filha?”, questiona o pai.

 

Segundo o porteiro, o morador não acreditou na versão dele e o ameaçou de morte.

“Você falou com minha filha. Vem falar comigo aqui para eu pegar o vídeo. Fala para mim. Eu vou matar você aqui”, diz o morador. O funcionário nega que teve a intenção de assediar a jovem.

“Não mandei mensagem para essa menina. Não a assediei de forma alguma. O que eu não quero que seja feito com a minha filha, não vou fazer com a filha de ninguém”, ressaltou o porteiro.

Fonte: G1

 

LEIA TAMBÉM

 

INSCREVA-SE NA TV SÍNDICO LEGAL CLICANDO AQUI!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here