A era do compartilhamento chegou no mercado condominial, Confira como isso aconteceu!

0
65
Artigo Odirley Rocha

Até 15 anos atrás, nós tínhamos algumas áreas compartilhadas no condomínio, como salão de festas, academia,etc. Nos últimos anos, o que mudou?

A nova geração de moradores dos nossos condomínios está chegando com um novo pensamento, que vem de encontro a frase da Rachel Botsman:

“Minha geração está passando de uma cultura do EU, para uma cultura do NÓS”

Vamos ver se é verdade e se faz sentindo?

Pergunte para um amigo que tem entre 20 e 30 anos, se ele está preocupado em comprar um apartamento, por exemplo. Garanto que você vai se surpreender com a resposta, imagino que deva estar nesta linha:

  • Não vou me endividar durante 30 anos para comprar uma casa.
  • Que? morar 30 anos no mesmo lugar? não!
  • Preciso estar em constante mudança, não posso ficar preso em um lugar.

Partindo deste novo cenário, vamos tentar perceber os sinais da era do compartilhamento  para os novos moradores dos condomínios:

  • Rotatividade

Teremos uma grande rotatividade de moradores, pois agora mais do que nunca, os investidores estão comprando imóveis para locar e oferecer para esta nova geração. Com isso os síndicos precisam ter resiliência e se preparar para algumas novas demandas dentro do condomínio, como aumento de serviços sob demanda: camareira, comidas congeladas, manicure, sapataria, lavanderia, reparos e manutenção, etc.

  • Homeschooling (educação domiciliar) está chegando com força (em SC já é permitido). 

Em alguns anos teremos em nossos condomínios um ambiente onde nossos filhos terão um espaço para estudos.

Isso mesmo, eles não precisarão ir até a escola, a escola virá até o nosso condomínio e iremos compartilhar um espaço do condomínio para isso. Esta ação vai ajudar a darmos tempo para os nossos familiares, o síndico perceberá que o convívio dos moradores irá mudar muito, pois eles estarão se conhecendo e criando maneiras de se conectarem uns com os outros.

  • Impressora 3D

Você sabia que uma empresa chamada Iviva Medical, está nos testes finais de imprimir rins e deve entrar no mercado em 2023?

Mas Odirley, o que tem isso a ver com condomínios e compartilhamento? vou te explicar:

Hoje as construtoras entregam o seu salão de festa todo completo, sua academia com vários aparelhos, logo ela vai entregar uma impressora 3D para que os moradores possam imprimir peças.

Isso mesmo, imagine que você está no seu apartamento e acaba de estourar sua torneira, hoje, você tem só uma opção ir atrás deste modelo em alguma casa especializada, porém quando você tiver a impressora 3D no seu condomínio, você fará o download do modelo que você quer na internet você pagará um valor muito baixo e em poucos minutos, ela será impressa e pronto, você já pode substituir sua torneira danificada. A maneira de comprar nos próximos anos vai mudar.

  • Carro compartilhado

Seu condomínio pode ter um carro estacionado dentro da garagem onde qualquer morador pode usar a qualquer hora do dia, muitas vezes, mais barato que os aplicativos do mercado e você não precisa sair para a rua e correr o risco de ficar esperando na calçada.

  • Extravio de encomendas

Os armários inteligentes compartilhados, chegaram para facilitar sua vida. Você recebe uma correspondência seja de um entregador seja de um carteiro sem mesmo estando em casa, quando a encomenda for depositada você recebe uma notificação com um Qrcode para que você possa retirar ela quando você retornar para sua casa.

  • Coworking

Aquela sala que era utilizada como depósito poderá virar um coworking interno do condomínio, onde os condôminos poderão usufruir para o seu trabalho, terão mesas e cadeiras confortáveis, internet megapower, uma pequena copa, alguns puffs para descanso, enfim, um ambiente realmente confortável para que os condôminos possam fazer daquele local um ambiente de trabalho, com isso você melhora inclusive o entrosamento entre os moradores.

Para finalizar gostaria de enfatizar:

“Os sinais estão sendo dados”

Espero que você esteja atento aos sinais, para que eles não sejam um elemento surpresa na sua gestão

Odirley Rocha: Pós-graduado em Gestão da Segurança Empresarial, Odirley está no mercado de Segurança há 21 anos. Faz parte da (Abese) e é vice presidente do SIESE SC onde atua há mais de 7 anos ajudando na capacitação dos profissionais do mercado. Além de extenso histórico de palestras por todo o Brasil e entrevistas em veículos importantes para a área de segurança e IOT, é referência em portaria remota e soluções tecnológicas para condomínios.

 

LEIA TAMBÉM

FAÇA PARTE DOS NOSSOS GRUPOS 

👉 GRUPOS WHATSAPP👈

👉GRUPO TELEGRAM👈

👉INSCREVA-SE NO YOUTUBE

 

Artigo anteriorCom pouco investimento, condomínios em Manaus deixam moradores em risco
Próximo artigoSeminário de Condomínios do Pará – SECOPA

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here